Peru destrói poços de maceração e acampamentos terroristas

Peru destrói poços de maceração e acampamentos terroristas

Por Pedro Francisco Hurtado Cánepa/Diálogo
agosto 25, 2021

As Forças Armadas e a Polícia Nacional do Peru desferiram duros golpes contra o terrorismo e o narcotráfico na principal área de cultivo de coca do Peru, no vale dos rios Apurímac, Ene e Mantaro (VRAEM).

Em uma operação realizada no dia 7 de agosto de 2021, o Comando Conjunto das Forças Armadas (CCFFAA) destruiu na província de Huanta, em Ayacucho, 14 poços de maceração de folhas de coca destinadas à fabricação de cloridrato de cocaína.

No dia 3 de agosto, em outra operação também realizada em Ayacucho, patrulhas do Comando Especial VRAEM incineraram outros quatro poços de maceração e um laboratório de cristalização e detiveram uma pessoa; nesse mesmo dia, em uma operação na província de Satipo, em Junín, foram detidos três integrantes de uma quadrilha dedicada à distribuição de drogas, informou o CCFFAA.

Dias antes, em 22 de julho, também em Satipo, foram destruídos dez poços de maceração, graças a operações de patrulhamento de controle territorial, informou o governo peruano.

No dia 3 de julho, um ataque conjunto das forças de ordem destruiu quatro acampamentos pertencentes à organização terrorista autodenominada Militarizado Partido Comunista do Peru Marxista-Leninista-Maoísta principalmente Maoísta (MPCP-MLMPM), em Huanta, Ayacucho, segundo um comunicado conjunto dos ministérios da Defesa e do Interior.

No confronto, um graduado do Exército ficou ferido, três terroristas foram neutralizados e outros seis foram feridos e estão detidos. A investigação do CCFFAA determinou que elementos terroristas mantinham sua base de operações na zona de Pampa Aurora, em Ayacucho.

Víctor Quispe Palomino, mais conhecido como camarada José, é o chefe do MPCP-MLMPM e é um dos homens mais procurados por narcotráfico, diz o CCFFAA.

“O nome de MPCP-MLMPM é apenas uma tática para distrair a população, disse à Diálogo Pedro Yaranga, especialista peruano em narcotráfico e terrorismo. “O MPCP-MLMPM continua sendo o mesmo Sendero Luminoso e mantém o mesmo plano iniciado pelo próprio Abimael Guzmán; o que fazem é manter um discurso de aparente paz para recrutar mais seguidores e, para isso, vão de comunidade em comunidade.”

O Partido Comunista do Peru, conhecido como Sendero Luminoso, é uma organização terrorista que começou a atuar em 1980. Guzmán, seu principal líder, cumpre prisão perpétua na Base Naval de El Callao.

Share