Peru destrói mais de 42 toneladas de drogas em 2020

Peru destrói mais de 42 toneladas de drogas em 2020

Por Eduardo Szklarz/Diálogo
março 03, 2021

Ao longo de 2020, a Comissão de Destruição de Drogas Apreendidas por Tráfico Ilícito de Drogas, do Ministério do Interior do Peru, destruiu mais de 42 toneladas de cocaína, maconha e outras substâncias ilícitas, segundo informou o Ministério do Interior em um comunicado, no dia 2 de janeiro de 2021.

“Entre a droga destruída, havia 16.061.365 quilos de pasta básica de cocaína, 13.314.976 kg de cloridrato de cocaína, 13.112.965 kg de maconha e 85 kg de látex de ópio, derivados de anfetaminas e êxtase”, disse o Ministério do Interior.

As autoridades também desarticularam 36 quadrilhas criminosas do narcotráfico e erradicaram mais de 6.000 hectares de cultivos ilegais de coca em 2020, especialmente na zona do Vale dos Rios Apurímac, Ene e Mantaro.

No dia 20 de janeiro de 2021, a Direção Antidrogas da Polícia Nacional do Peru deteve um indivíduo que transportava quase 210 kg de maconha em um veículo. (Foto:  Polícia Nacional do Peru)

Ao iniciar suas atividades em 2021, a Polícia Nacional do Peru (PNP) desarticulou várias quadrilhas de narcotráfico no país.

No dia 5 de janeiro, os agentes detiveram dois indivíduos que levavam mais de 40 kg de cocaína camuflados no interior de um veículo, na província de Leoncio Prado.

No dia 12 de janeiro, em um trabalho conjunto com a Promotoria do Peru, os agentes destruíram um laboratório artesanal para a produção de cocaína no distrito de San Gabán.

As ações também incluíram o Porto de Callao, onde no dia 14 de janeiro os agentes encontraram mais de 67 kg de cloridrato de cocaína. “[Os tijolos de cocaína] estavam acondicionados em quatro malas com destino ao exterior”, informou a PNP.

Em outra operação realizada no dia 20 de janeiro, os policiais prenderam um indivíduo que transportava mais de 200 kg de cannabis sativa em um veículo na província de Chucuito, estado de Puno.

Nesse mesmo dia, a Direção Antidrogas da PNP prendeu, em Puno, um homem que transportava quase 210 kg de maconha escondidos sob os assentos de um veículo.

De acordo com a PNP, o indivíduo pertencia a uma organização que planejava armazenar e vender um carregamento de droga proveniente da Colômbia.

“[A droga] tinha como destino a cidade de Arequipa, e seria em seguida enviada ao exterior através da zona fronteiriça entre Peru e Bolívia”, informou o jornal peruano El Comercio.

Share