Forças especiais de nações parceiras competem no exercício Fuerzas Comando Peru 2016

Partner Nation Special Forces Compete for ‘Fuerzas Comando Peru 2016’ Cup

Por Dialogo
maio 05, 2016






Na margem do Pacífico, na Base de Infantaria da Marinha em Ancon, o General de Brigada Moisés del Castillo, Comandante Geral do Comando de Inteligência e Operações Especiais Conjuntas das Forças Armadas do Peru, presidiu em 2 de maio o ato de abertura da 14a edição do exercício multinacional Fuerzas Comando 2016. “Esses encontros competitivos nos permitem testar o trabalho árduo de preparação [dos soldados das Forças Especiais], o trabalho que dá vigor ao músculo, ritmo ao pensamento, firmeza ao pulso, fortaleza ao caráter, calor ao coração e energia ao nosso corpo.”

O Peru sedia o evento pela primeira vez, por meio do Estado-Maior Conjunto de suas Forças Armadas, mas o torneio amistoso é realizado anualmente, desde 2004, com o patrocínio do Comando Sul dos Estados Unidos (SOUTHCOM). O evento é organizado pelo Comando de Operações Especiais Sul (SOCSOUTH), em conjunto com um país amigo que serve de anfitrião em cada ano do evento. É também uma oportunidade para que os participantes melhorem suas habilidades em treinamento de operações especiais, aumentem seus conhecimentos e aprofundem a interoperabilidade e as relações entre si, especialmente para combater ameaças comuns de maneira unificada.

O Fuerzas Comando 2016 reúne membros de forças especiais militares e policiais de 20 países das Américas: Argentina, Belize, Colômbia, Costa Rica, Chile, El Salvador, EUA, Guatemala, Guiana, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname, Trinidad e Tobago e Uruguai. Cada equipe tem sete soldados, em alguns casos de forças conjuntas, além de um juiz imparcial que comparecerá ao torneio. Vencedora da edição anterior, a Colômbia traz uma equipe conjunta de membros de Forças Especiais do Exército e da Força Aérea.

Esperança, camaradagem e irmandade


“Aproveitamos essa convergência de soldados das Forças Especiais de muitos países amigos para pintar nossos rostos, mas não com tinta de guerra”, disse o Gen Brig Del Castillo no discurso de abertura. “Fazemos isto usando tinta de esperança, paz, amizade, camaradagem e irmandade.”

O Peru recebe durante 10 dias as equipes de cada país amigo, que competem por um dos troféus mais apreciados do continente. “O Fuerzas Comando Peru 2016 é uma oportunidade única que as Forças Armadas de 20 países irmãos têm para demonstrar preparação, capacidade e profissionalismo de seus membros de elite, levando-os ao extremo em cada uma das provas realizadas”, diz o mestre de cerimônias, membro das Forças Armadas do Peru.

Após o ato de abertura, os quase 700 participantes iniciaram o primeiro evento da competição, a prova de resistência física em equipes combinadas. Incluiu agachamentos por dois minutos, barras paralelas por um minuto, flexões em barra fixa por um minuto e uma corrida de 6,4 quilômetros sob o forte sol peruano.

Nos outros dias do exercício, os participantes competiram em três categorias: equipes de assalto, equipes de franco-atiradores e equipes combinadas. As equipes de assalto participaram de uma avaliação de tarefas críticas, combate urbano, tiro de fuzil, seleção de alvos e teste de estresse.

Enquanto isso, as equipes de franco-atiradores competiram em campo de tiro, alvos em movimento, tiro a distâncias conhecidas e posição de perseguição. Finalmente, além da prova física, as equipes combinadas competiram em testes de assalto combinado, evento aquático, marcha forçada e pista de obstáculos.

“A natureza transnacional dos desafios de segurança do século 21 exige uma cooperação multinacional, regional e transfronteiriça mais forte”, diz o Segundo Sargento Osvaldo Equite, Oficial de Relações Públicas do SOCSOUTH e porta-voz do torneio. “Eventos como o Fuerzas Comando fortalecem a cooperação militar e promovem a interoperabilidade entre os países participantes das Américas.”
muito boa
nota Como está o quadro de resultados do concurso? A CAPACITAÇÃO DAS NOSSAS FORÇAS ARMADAS É MUITO IMPORTANTE. FELICITO O GENERAL DE DIVISÃO MOISÉS DEL CASTILLO PELAS PALAVRAS LOUVÁVEIS.
“Esses encontros competitivos nos permitem testar o trabalho árduo de preparação [dos soldados das Forças Especiais], o trabalho que dá vigor ao músculo, ritmo ao pensamento, firmeza ao pulso, fortaleza ao caráter, calor ao coração e energia para o nosso corpo.” EM FRENTE FORÇAS ARMADAS, DEUS OS ABENÇOE SEMPRE. bom dia ! por favor alguém tem o site desses jogos ? não conseguimos localizar . Grato
Share