Paraguai continua obtendo sucesso contra o tráfico ilícito de drogas  

Paraguai continua obtendo sucesso contra o tráfico ilícito de drogas  

Por Eduardo Szklarz/Diálogo
setembro 29, 2020

A Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) do Paraguai continua fazendo pressão sobre o tráfico de drogas.

Agentes da SENAD do Paraguai confiscaram 425 kg de cocaína na localidade de Toro Pampa, onde uma organização utilizava uma pista clandestina de mais de 1 km de comprimento. (Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai)

No dia 16 de agosto, com a assistência da Polícia Federal (PF) do Brasil, como parte da Operação Nova Aliança XXII, agentes da SENAD destruíram centros de produção e armazenamento de maconha na região fronteiriça paraguaia de Pedro Juan Caballero.

“No primeiro dia da operação, foram localizados e destruídos dois acampamentos de narcotráfico e 2.200 quilos de maconha”, informou a SENAD. Os agentes também destruíram 19 hectares de plantações de cannabis, suficientes para produzir pelo menos 57 toneladas da erva ilegal.

No dia 17 de julho, em outra operação, os agentes paraguaios surpreenderam os narcotraficantes que carregavam uma pequena aeronave com 425 kg de cocaína na localidade de Toro Pampa, estado de Alto Paraguai.

Três membros da tripulação foram detidos, incluindo o capataz paraguaio Sergio Rotela, que coordenava os pousos do avião em uma pista clandestina de mais de 1 quilômetro de comprimento. O confisco de cocaína foi o maior realizado pela SENAD no transcurso deste ano.

Em uma operação conjunta, agentes da SENAD e da Marinha Paraguaia confiscaram mais de 643 kg de maconha em uma lancha proveniente do Brasil. (Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai)

“Como nós não produzimos cloridrato de cocaína, [a substância] necessariamente deve ter vindo de algum país produtor, como Peru, Bolívia ou Colômbia”, disse a promotora Elva Cáceres, da Unidade Especializada na Luta contra o Narcotráfico, ao canal de televisão GEN.

De acordo com Cáceres, a aeronave tinha matrícula paraguaia e havia partido da cidade de Pedro Juan Caballero. “A carga já estava aqui e seria transportada para a Argentina”, informou a promotora.

Outros três integrantes da quadrilha escaparam após uma troca de tiros com os agentes.

No dia 5 de julho, os agentes da SENAD confiscaram 643 kg de maconha em uma lancha proveniente do Brasil, na Cidade do Leste, na Tríplice Fronteira. A ação começou quando uma patrulha da Marinha Paraguaia detectou a embarcação no rio Paraná. Ao perceber a presença dos patrulheiros, os ocupantes abandonaram a lancha.

“A maconha seria levada para o Brasil”, informou a SENAD em um comunicado. Com essas duas operações, a SENAD confiscou mais de 1 tonelada de drogas em menos de duas semanas.

Share