Panamá: SENAN apreendeu 1.141 quilos de cocaína

Por Dialogo
janeiro 22, 2015



O Serviço Nacional Aeronaval do Panamá (SENAN) apreendeu 1.141 quilos de cocaína em Tiger Island, que está localizada na costa caribenha do país centro-americano, disse o chefe do SENAN, José Laniado, em 19 de janeiro.

Os agentes do SENAN agiram com base em informações que receberam de que um barco transportando cocaína havia partido da Colômbia. Eles perseguiram o barco até que ele encalhou em Tiger Island, momentos antes da interceptação por dois barcos de patrulha. Os pacotes estavam marcados com logotipos variados, incluindo o da Audi, o famoso fabricante de carros esportivos e de luxo.

Os tripulantes do barco que transportava cocaína fugiram.

O SENAN e o Serviço Nacional de Fronteiras (SENAFRONT) são instituições das Forças Públicas do Panamá que vêm protegendo o país desde que o governo aboliu o exército, em 1990.


O Serviço Nacional Aeronaval do Panamá (SENAN) apreendeu 1.141 quilos de cocaína em Tiger Island, que está localizada na costa caribenha do país centro-americano, disse o chefe do SENAN, José Laniado, em 19 de janeiro.

Os agentes do SENAN agiram com base em informações que receberam de que um barco transportando cocaína havia partido da Colômbia. Eles perseguiram o barco até que ele encalhou em Tiger Island, momentos antes da interceptação por dois barcos de patrulha. Os pacotes estavam marcados com logotipos variados, incluindo o da Audi, o famoso fabricante de carros esportivos e de luxo.

Os tripulantes do barco que transportava cocaína fugiram.

O SENAN e o Serviço Nacional de Fronteiras (SENAFRONT) são instituições das Forças Públicas do Panamá que vêm protegendo o país desde que o governo aboliu o exército, em 1990.
Share