Panamá detém navio norte-coreano que transportava equipamentos de mísseis

Por Dialogo
julho 17, 2013

Parabens ao dignicimo presidente Ricardo Martinelli pela atitude de reter material suspeito de origem duvidosa que certamente iria cair nas maos do ditador norte coreano. A PAZ DEVE REINAR EM NOSSO PLANETA ,porem as atitudes tem de ser sençatas e firmes. Doa a quem doer.
O presidente panamenho, Ricardo Martinelli, disse no dia 16 de julho que agentes do combate às drogas encontraram material suspeito de mísseis a bordo de um navio norte-coreano que detiveram e que era procedente de Cuba.

Prevendo uma dramática sequência de eventos, o presidente Ricardo Martinelli disse que o navio foi detido por autoridades antinarcóticos ao se aproximar do Canal do Panamá e levado ao porto, mas buscas revelaram uma carga muito mais preocupante.

A tripulação do navio, estimada em 35 homens, se amotinou quando a Polícia subiu a bordo, segundo Martinelli, que disse que a mercadoria suspeita foi encontrada oculta em uma remessa de açúcar.

“O mundo precisa parar e observar: não se pode passar com armas de guerra não declaradas pelo Canal do Panamá”, disse ele à Rádio Panamá. “Nós suspeitamos de que esse navio, que vinha de Cuba com destino à Coreia do Norte, pudesse ter drogas a bordo, por isto foi levado ao porto para busca e inspeção [na costa Atlântica do país]”, acrescentou Martinelli. Os relatórios iniciais informaram que o navio havia partido no último dia 12 de julho.

“Quando começamos a descarregar a remessa de açúcar, localizamos contêineres que acreditamos contivessem sofisticado equipamento de mísseis, e isto não é permitido”, disse Martinelli.

O navio, denominado Chong Chon Gang, está detido, bem como a tripulação, que não apenas resistiu à abordagem das autoridades panamenhas, mas também tentou sabotar as buscas, disse ele.

“O capitão tentou cometer suicídio e a tripulação se amotinou” durante a operação, acrescentou o presidente.

A embarcação voltava para a Coreia do Norte quando foi detida e levada a Manzanillo, leste da entrada Atlântica do Canal do Panamá, que é um importante centro de distribuição de carga.





Share