Panamá impede distribuição de 2,7 toneladas de drogas

Panamá impede distribuição de 2,7 toneladas de drogas

Por Lorena Baires/Diálogo
agosto 10, 2021

O Serviço Nacional Aeronaval (SENAN) e o Centro Regional de Operações Aeronavais do Panamá apreenderam 2.759 quilos de drogas em uma série de operações realizadas entre os dias 1º e 16 de julho de 2021.

Em um comunicado do dia 16 de julho, o SENAN informou sobre a apreensão de 243 kg de cocaína escondidos em uma lancha rápida. A embarcação foi detida na altura da província de Guna Yala, no Oceano Atlântico.

No dia 13 de julho, os agentes aeronavais executaram duas operações antinarcóticos. Na primeira, confiscaram 155 kg de cocaína, detectados em uma lancha rápida que navegava ao sul de Punta Coco, no Oceano Pacífico.

“Conseguimos interditar uma lancha tripulada […] na qual, após a inspeção, foram observadas alterações no casco”, disse no Twitter o Capitão de Corveta Edgardo Coba, chefe da Infantaria Aeronaval do SENAN. “Em coordenação prévia com a Procuradoria de Drogas, a embarcação e seus tripulantes foram levados para sua diligência e registro, onde os pacotes foram contabilizados.”

Agentes do Serviço Nacional Aeronaval do Panamá vigiam 300 kg de drogas apreendidos no dia 13 de julho de 2021, no Porto de Cristóbal, no Oceano Atlântico. (Foto: Serviço Nacional Aeronaval)

Nesse mesmo dia 13 de julho, durante uma operação de vistoria no porto de San Cristóbal, no Oceano Pacífico, foram detectados 300 kg de cocaína em um contêiner proveniente do Chile, destinado ao Porto de Antuérpia, Bélgica, explicou o SENAN em outro comunicado.

Em uma operação de patrulhamento terrestre realizada no dia 12 de julho, os agentes localizaram 361 kg de drogas ocultos em um depósito construído na comunidade de Bijagual, província de Coclé, no litoral do Oceano Pacífico, segundo os agentes aeronavais. Eles acrescentaram que foram detidos três homens que guardavam o carregamento.

Em outra operação de patrulhamento e controle do tráfico marítimo ilícito, realizada em 5 de julho, os agentes apreenderam 1.201 kg de cocaína na altura da Ilha Contadora, no Oceano Pacífico. “Conseguimos interditar o deslocamento de uma lancha rápida, com dois motores externos e três tripulantes colombianos, os quais, ao perceberem nossa presença, fugiram e lançaram os pacotes no mar”, explicou no Twitter o subcomissário Dimas Saldaña, chefe da IV Zona Aeronaval do SENAN.

Por fim, no dia 30 de junho, as autoridades apreenderam 499 kg de drogas no Porto de San Cristóbal, província de Colón. A droga era distribuída em 15 sacos ocultos em um carregamento de cacau destinado à África do Sul.

Entre 1º de janeiro e 16 de julho de 2021, o SENAN já realizou 83 operações contra o narcotráfico. Nelas foram apreendidas mais de 40 toneladas de diversas drogas, informou o Ministério Público do Panamá. Todos os casos estão em processo de judicialização, acrescentaram.

Share