Novo submarino da Marinha do Brasil é lançado ao mar

Novo submarino da Marinha do Brasil é lançado ao mar

Por Taciana Moury/Diálogo
janeiro 21, 2021

A Marinha do Brasil (MB) realizou o lançamento ao mar do submarino Humaitá (S-41) no Complexo Naval da Ilha da Madeira, em Itaguaí, Rio de Janeiro, no dia 11 de dezembro de 2020. O evento contou com a presença do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e com o comandante da MB, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Júnior.

O submarino Humaitá acomoda um total de 35 militares. (Foto: Marinha do Brasil)

Segundo a Agência Brasil, os submarinos convencionais têm uma capacidade operativa de até 80 dias no mar, movidos a bateria, recarregáveis por motor a diesel, podendo ficar submersos por até cinco dias. As embarcações têm 71,6 metros de comprimento, pesam 1.870 toneladas, acomodando uma tripulação de 35 militares, e com um raio de alcance que permite cumprir a vigilância de acordo com as dimensões continentais do Brasil.

Esses submarinos podem chegar a 400 metros de profundidade e sua operação vai garantir maior controle sobre a faixa litorânea conhecida como Amazônia Azul, que corresponde a 67 por cento do território brasileiro. O Contra-Almirante da MB André Martins, gerente de Infraestrutura Industrial do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), destacou à Agência Brasil a importância de resguardar a faixa da Amazônia Azul. “É por onde passa a maior parte do comércio marítimo nacional e onde estão localizadas as principais jazidas de petróleo do país”, disse.

Durante a cerimônia, foi realizada ainda a integração do submarino Tonelero e a demonstração do estágio de construção e de testes dos cinco submarinos previstos no PROSUB. O programa prevê um total de quatro submarinos do tipo convencional e um de propulsão nuclear, o qual tem seu início de construção previsto para 2022.

Submarino dos EUA

O submarino nuclear USS Vermont (SSN 792) da Marinha dos EUA participou de exercícios operacionais com a Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro, de 10 a 15 de dezembro. (Foto: Cabo da Marinha dos EUA Christian Bianchi)

O submarino nuclear USS Vermont (SSN 792), da Marinha dos EUA, também esteve presente no Complexo Naval da Ilha da Madeira. A embarcação norte-americana veio pela primeira vez ao Brasil, de 10 a 15 de dezembro, para participar de exercícios de guerra antissubmarinos com o submarino brasileiro Tupi (S-30) e aviões de patrulha e reconhecimento marítimo, além de participar do lançamento do Humaitá.

“É uma honra visitar a mais recente base submarina do Brasil e ver em primeira mão o sucesso do PROSUB da MB, por meio da construção do BNS Riachuelo, BNS Humaitá, e BNS Tonelero”, disse o Vice-Almirante Daryl Caudle, comandante da Força de Submarinos do Atlântico da Marinha dos EUA. “O programa PROSUB desempenha um papel importante no fortalecimento dos nossos laços bilaterais e na base global de segurança regional. Continuaremos trabalhando juntos para alcançar nossos objetivos comuns, para melhorar nossa eficácia submarina combinada”, acrescentou.

O embaixador dos EUA no Brasil, Todd Chapman, recebeu no USS Vermont o presidente Bolsonaro e sua comitiva. Na oportunidade, foi firmado um compromisso de liderança, reafirmando a forte história de colaboração militar entre os Estados Unidos e o Brasil. “Esta visita reitera nossa forte relação militar-militar e nosso compromisso comum com uma parceria que ajuda a fortalecer a segurança de cada uma das nossas nações, bem como do hemisfério mais amplo”, disse Chapman.

Share