México: Membro do Los Zetas revela local de covas clandestinas

Por Dialogo
março 08, 2012



MONTERREY, México – A polícia mexicana encontrou os cadáveres de 15 pessoas em três túmulos perto da cidade de Monterrey, no norte do país, informaram autoridades em 7 de março.
Os corpos foram encontrados em 6 de março, próximo à cidade de Benito Juárez, no estado de Nuevo León, afirmou um funcionário da Procuradoria estadual.
Supostos membros da gangue de drogas Los Zetas, que foram detidos, forneceram as informações que levaram as autoridades aos túmulos, disse o funcionário, que se recusou a se identificar.
Os investigadores continuaram a vasculhar a área em 7 de março.
Segundo a mídia local, 113 corpos já foram encontrados desde junho de 2010 em covas clandestinas na região de Benito Juárez, abandonada por muitos moradores por conta da crescente insegurança.
Nuevo León, na fronteira com os Estados Unidos, observa um aumento da violência relacionada às drogas atribuída à guerra por território entre o Los Zetas e seu ex-patrão, o cartel do Golfo.
Na cidade de Piedras Negras, no estado de Coahuila, também na fronteira com os Estados Unidos, ao menos um policial morreu e seis outros ficaram feridos em confrontos com pistoleiros em 6 de março, informaram autoridades locais.
Os enfrentamentos tiveram início depois que grupos criminosos bloquearam o acesso rodoviário à cidade, na fronteira com Eagle Pass, no estado americano do Texas, com caminhões e ônibus roubados, segundo a mídia mexicana.

[AFP, 07/03/2012; Eleconomista.com.mx (México), 07/03/2012]

Share