Traficante mexicano de drogas condenado a 40 anos em presídio federal

Por Dialogo
novembro 05, 2012


No dia 19 de outubro, o juiz do Distrito dos EUA Timothy J. Corrigan condenou Jesus Tijerina Garza, 54 anos, de Nuevo León, México, a 40 anos em um presídio federal por conspiração para distribuir 5 quilos ou mais de cocaína. O tribunal também ordenou que Garza cumprisse uma pena de dez anos de detenção em regime aberto, após o término da sentença, e a perda de uma propriedade localizada em Reddick, Flórida, além de um Ford Explorer, ambos utilizados para facilitar o tráfico de drogas. Garza confessou o crime no dia 6 de março de 2012.

De acordo com documentos e provas judiciais apresentados durante o julgamento, Garza aliou-se a Domingo Rodríguez-Mederos para traficar grande quantidade de cocaína, incluindo carregamentos regulares de até 100 quilos da droga para uma rede de distribuidores mexicanos que operava na área de Ocala e do centro da Flórida. Garza comprou uma propriedade em uma região afastada de Reddick, no início de 2007, usada para facilitar suas operações com drogas. Durante o período do tráfico, entre 2007 e o final de 2010, carregamentos de cocaína eram enviados via trator reboque do México e sul do Texas para Reddick. Dali, Garza supervisionava a distribuição da cocaína para uma rede que trabalhava para ele próprio e para Rodríguez-Mederos. Os enormes carregamentos de cocaína eram enviados a esses e outros distribuidores, incluindo Garibaldi Pérez Solorio (anteriormente condenado a 16 anos e oito meses em presídio federal), além de traficantes de drogas da Flórida central, incluindo Casey Keith Shuler (já condenado a 15 anos em presídio federal) e seu irmão Nathaniel Sherrard Shuler (condenado também previamente a três anos e dez meses em presídio federal).

No final de abril de 2010, agentes especiais da Agência de Combate às Drogas (DEA) e autoridades da força-tarefa apreenderam 9,5 quilos de cocaína provavelmente destinados a Garza. Durante uma busca realizada em seguida à propriedade de Garza em Reddick, agentes e autoridades da força-tarefa localizaram um Ford Explorer contendo um acessório hidráulico usado para ocultar a cocaína. As investigações também revelaram um notebook com informações detalhadas sobre os carregamentos mensais de cocaína em 2010. Garza costumava distribuir aproximadamente 100 quilos de cocaína, realizava os procedimentos e enviava parte do dinheiro (normalmente cerca de US$ 2,7 milhões) de volta ao México. A cocaína fornecida por Garza era distribuída nas localidades de Marion e Putnam e também em Jacksonville.

Este caso foi investigado pelo Gabinete da DEA em Gainesville Resident. Fez parte da Operação “Sooner or Later” da Força-Tarefa Policial para o Tráfico Organizado de Drogas. Até o momento, a Operação “Sooner or Later” já levou à condenação de 47 indivíduos, sendo que 41 deles foram presos. Os 41 detidos foram todos condenados. Quinze ainda aguardam julgamento. Eles serão julgados no final deste ano. Como consequência desta operação e das investigações, US$ 1,1 milhão em moeda norte-americana foi apreendido, junto com propriedades avaliadas em mais de US$ 750 mil, mais de US$ 200 mil em veículos e 45 armas de fogo.



Share