Marinha do Brasil realiza Operação Caribex 2020

Marinha do Brasil realiza Operação Caribex 2020

Por Eduardo Szklarz/Diálogo
janeiro 19, 2021

Durante novembro e dezembro, a Marinha do Brasil (MB) realizou a Operação Caribex 2020, para elevar o grau de prontidão operativa com as marinhas e reforçar os laços de amizade com os países caribenhos. A operação foi conduzida pelo Grupo-Tarefa da Caribex 2020, composto pelos navios-patrulha Macau e Bocaina da MB.

O primeiro porto visitado foi Georgetown, capital da Guiana, onde as embarcações inauguraram a missão em 9 de novembro.

Em 25 de novembro, também durante a Operação Caribex 2020, as embarcações da Marinha do Brasil fortaleceram sua capacidade operacional conjunta com o navio TTS Brighton, da Guarda Costeira de Trinidad e Tobago. (Foto: Marinha do Brasil)

“Após a passagem pela Guiana, o Grupo-Tarefa iniciou em 11 de novembro ações em colaboração com a Força-Tarefa Conjunta Interagencial Sul, no combate a atividades ilícitas no Caribe, monitorando o tráfego de navios na área de interesse”, disse a MB em um comunicado.

Em 17 de novembro, as embarcações brasileiras executaram um exercício de passagem com o navio Jaguar, da Guarda Costeira do Caribe Holandês, nas proximidades da cidade de Willemstad, capital de Curaçao.

“Os exercícios com marinhas amigas são uma das formas de emprego do poder naval em tempo de paz, capazes de contribuir com a política externa do país”, informou a MB. “Também proporcionam a mútua troca de experiências e o incremento da interoperabilidade entre os meios navais.”

Em 22 de novembro, ainda dentro da Operação Caribex 2020, o Grupo-Tarefa realizou tarefas em conjunto com o navio HMS Medway, da Marinha Real Britânica, nas proximidades de Willemstad.

“Foram realizadas manobras táticas, que encerraram com o HMS Medway passando em continência aos navios-patrulha Macau e Bocaina”, declarou a MB.

A operação prosseguiu em 25 de novembro, quando as embarcações brasileiras elevaram o grau de aprestamento com o navio TTS Brighton, da Guarda Costeira de Trinidad e Tobago, nas proximidades dessa nação caribenha.

Em 30 de novembro, as embarcações brasileiras e o navio Rutu, da Guarda Costeira do Suriname, demonstraram suas capacidades de comunicação e operação conjunta.

Share