Marinha da Colômbia confisca quase 3 toneladas de cocaína em um dia

Marinha da Colômbia confisca quase 3 toneladas de cocaína em um dia

Por Julieta Pelcastre/Diálogo
outubro 16, 2020

A Marinha da Colômbia desferiu outro duro golpe contra as redes do narcotráfico transnacional, com o confisco de 2.829 quilos de cloridrato de cocaína, em quatro operações realizadas no dia 5 de agosto de 2020, nos estados de Antióquia, Chocó e Tumaco.

A Marinha informou à imprensa que tropas lotadas na Força Naval do Caribe confiscaram 1.814 kg de cloridrato de cocaína a bordo de uma lancha rápida, no estado de Antióquia.

Em uma outra operação, de acordo com a Força Naval do Pacífico e a Polícia Nacional Antinarcóticos, foram confiscados 200 kg de cloridrato de cocaína em um depósito subterrâneo de uma residência no estado de Chocó, região na fronteira com o Panamá.

Nessa mesma região, os agentes encontraram também dois depósitos que armazenavam 17 sacos com 498 kg de cloridrato de cocaína. A Marinha informou que o carregamento pertencia ao grupo armado organizado Clã do Golfo, liderado por Darío Antonio Úsuga, conhecido como Otoniel. O governo dos Estados Unidos oferece recompensa de até US$ 5 milhões por informações que facilitem a localização e a prisão de Úsuga, o narcotraficante mais procurado da Colômbia, que envia toneladas de cocaína para a América Central e os Estados Unidos, segundo o jornal colombiano El Tiempo.

Nesse mesmo dia 5 de agosto, no Pacífico colombiano, unidades da Estação de Guarda-Costas de Tumaco informaram que haviam detectado uma embarcação tipo lagosteira que navegava em alta velocidade na direção da América Central. Após a perseguição, foram presos dois colombianos e um equatoriano que transportavam 317 kg de cloridrato de cocaína em 10 sacos amarrados a uma boia artesanal, informou a Marinha.

Share