• Home »
  • Uncategory »
  • Los Zetas, a Cartel of Former Military Personnel That Is Exporting Its Model of Terror

Apesar das ameaças, ofensiva do Talibã na primavera não foi lançada

Por Dialogo
maio 18, 2011


Apesar da propaganda, o Talibã não lançou uma ofensiva na primavera no leste do Afeganistão, disse o comandante do Comando Regional Leste da Força Internacional de Assistência para a Segurança.

O general-de-brigada John F. Campbell, que também comanda a 101ª Divisão de Transporte Aéreo do Exército, falou aos repórteres do Pentágono via videoconferência do Campo de Pouso de Bagram, no Afeganistão, ao se preparar para passar o comando da região para o general-de-brigada Dan Allyn, comandante da 1ª Divisão de Cavalaria.

Campbell disse que as operações continuaram durante o inverno, quando as forças da coalizão e as forças afegãs pressionaram fortemente as forças talibãs e aliadas.

“Nós mantivemos nossa superioridade”, disse ele, lembrando que a quantidade de munição e bombas caseiras inimigas retirada do campo de batalha foi o dobro da retirada no mesmo período do ano passado.

“E achamos realmente que dessa maneira mudamos a dinâmica do campo de batalha”, acrescentou, “já que os insurgentes tentaram voltar atrás e retomar sua própria campanha de primavera”.

O Talibã disse no final de abril que eles lançariam uma ofensiva na primavera, e que dominariam a coalizão e seus irmãos afegãos.

“Na verdade, não sentimos um aumento temporal nos ataques do Comando Regional Leste”, disse. “Nos 30 dias anteriores (a 1º de maio de 2011), o número de ataques lançados pelos insurgentes girava em torno de 25 a 30 por mês. E esse número depois (de 1º de maio) manteve-se o mesmo”.

O Talibã também disse que protegeria o povo afegão, mas um de seus primeiros atos foi colocar um colete suicida em um menino de 12 anos, o qual explodiu em uma feira, matando sete mulheres e crianças e ferindo outros 34 inocentes afegãos, disse ele.

“E ainda, 90% das fatalidades civis são causadas pelos insurgentes no Comando Regional Leste”, disse Campbell.

Enquanto isto, disse o general, as forças da coalizão e as forças afegãs no comando realizam sua própria ofensiva na primavera.

“Temos diversas operações em andamento nesse momento”, disse ele. “Nossos ataques ao inimigo têm sido muito duros”.

Campbell elogiou a capacidade dos militares e policiais do Afeganistão. “Tudo o que fizemos no ano passado foi ‘shana-ba-shana’, lado a lado com o Exército, a Polícia e a Polícia afegã da fronteira”, disse ele. “Trabalhamos realmente com afinco, e eu acho que veremos os resultados obtidos no ano passado”.

As forças afegãs ainda precisam trabalhar, Campbell reconheceu, no entanto enfatizou o grande progresso feito no ano passado.



Share