Capturado na Colômbia guerrilheiro das FARC com supostos vínculos com o ETA

LAAD Puts Defense and Public Safety on the Agenda

Por Dialogo
abril 12, 2011


Autoridades colombianas capturaram Víctor Ramón Vargas Salazar, apontado como integrante da guerrilha das FARC e supostamente ligado à organização separatista basca armada ETA, informou em 8 de abril um comunicado à imprensa.

As autoridades espanholas haviam emitido um alerta vermelho contra Vargas devido a vínculos com o ETA atribuídos a ele; ao mesmo tempo, ele é acusado na Colômbia por crimes de formação de quadrilha para o narcotráfico, segundo o informativo.

A prisão de Vargas aconteceu na localidade de Caucasia, departamento de Antioquia (noroeste), detalhou o comunicado, acrescentando que Vargas, conhecido pelo codinome de ‘Chato o Juancho’, é integrante da rede de apoio do bloco caribenho das FARC.

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC, comunistas) são a principal guerrilha do país, com 46 anos de luta armada contra o Estado colombiano, e contam atualmente com cerca de 8 mil combatentes, segundo o Exército.

O comunicado assinala ainda que Vargas “supostamente coordenou atentados com o ETA na Espanha, contra o atual presidente (da Colômbia), Juan Manuel Santos, e os ex-presidentes Álvaro Uribe (2002-2010) e Andrés Pastrana (1998-2002)”.

Além disso, o informativo diz que o citado guerrilheiro fornecia armas, munições e documentos falsos ao bloco Caribe das FARC, e que também era o coordenador da exploração ilegal de minas de ouro no sul (do departamento) de Bolívar (costa Caribe), atividade que lhe gerava mais de US$ 1 milhão.

De acordo com o comunicado das autoridades, esse dinheiro representa a segunda atividade de financiamento desse bloco das FARC.

O anúncio da captura do citado guerrilheiro colombiano, com supostos vínculos com o ETA, ocorre às vésperas de o presidente Santos iniciar uma visita oficial de dois dias à Espanha, na segunda-feira.



Share