JTF-Bravo continua resgatando vítimas do furacão Eta

JTF-Bravo continua resgatando vítimas do furacão Eta

Por Capitã da Força Aérea  Rachel N. Salpietra
novembro 08, 2020

A Força-Tarefa Conjunta-Bravo (JTF-Bravo, em inglês) continua a realizar esforços para salvar vidas na América Central após o furacão Eta, e já enviou militares para ajudar o povo da Guatemala.

A Guatemala se une a Honduras e ao Panamá ao declarar uma emergência nacional e requisitar ajuda imediata do governo dos Estados Unidos e salvar vidas. A proximidade, o treinamento e as capacidades únicas da JTF-Bravo fazem desta a escolha óbvia para os países da região quando há uma crise desse tipo.

A JTF-Bravo enviou aproximadamente 14 militares, um helicóptero HH-60 Black Hawk e outro CH-47 Chinook para ajudar o governo guatemalteco com as operações de resgate aéreo das comunidades afetadas, em 7 de novembro de 2020.

Elementos da JTF-Bravo, incluindo 69 militares e dois Black Hawks, já se apresentaram em San Pedro Sula, Honduras, para coordenar os esforços de apoio com a força de resposta hondurenha. A JTF-Bravo também está prestando auxílio a partir da Base Aérea de Soto Cano com dois Blackhawks e um Chinook adicionais.

Outros 42 membros da equipe da JTF-Bravo, um Black Hawk e dois Chinook chegaram a David, no Panamá, ao Centro de Operações de Emergência na sede do Sistema Nacional de Proteção Civil, onde soldados especializados em assuntos cívico-militares do Exército e marinheiros da equipe especial da Marinha coordenaram com equipes locais de resposta de emergência para fornecer os suprimentos necessários para salvar vidas e realizar operações de resgate.

Até o 8 de novembro,pela manhã  a JTF-Bravo já tinha resgatado 56 cidadãos em Honduras e no Panamá, além de ter transportado 19 socorristas panamenhos para comunidades necessitadas que estão isoladas devido ao desastre.

Todos os elementos do Comando Sul dos EUA estão focados nesta missão e têm estado em contato constante com o Almirante Craig Faller, comandante do SOUTHCOM. Durante um relatório de atualização da missão, o Alt Esq Faller lembrou ao público sobre a importância dessa missão.

“Nossa prioridade número um imediata é salvar vidas”, disse o Almirante Faller. “Esses destacamentos provam a importância da nossa localização estratégica em Soto Cano, o que nos permite mobilizar rapidamente e responder a uma crise como essa.”

Os comandantes do Departamento de Defesa estão autorizados a liderar forças destacadas próximas de ou no teatro de operações de um desastre estrangeiro para tomar medidas rápidas para salvar vidas humanas.

A missão da JTF-Bravo inclui estar preparada para apoiar operações de socorro a desastres na América Central, na América do Sul e no Caribe, quando assim for determinado pelo SOUTHCOM.

Share