JTF-Bravo conclui esforços de assistência em desastres

JTF-Bravo conclui esforços de assistência em desastres

Por Capitão Rachel Salpietra/Força-Tarefa Conjunta-Bravo
dezembro 08, 2020

Após quase um mês de apoio às operações de assistência humanitária e ajuda em desastres no exterior, no âmbito das autoridades outorgadas pelo secretário de Defesa interino e por solicitação da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID), o Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM) e a Força-Tarefa Conjunta Bravo (JTF-Bravo, em inglês) concluíram no dia 2 de dezembro de 2020 as missões de resposta imediata frente aos furacões Eta e Iota na América Central.

Inicialmente, a USAID solicitou as capacidades especiais do SOUTHCOM para transportar suprimentos de ajuda até as áreas de difícil acesso. Agora que as condições climáticas melhoraram e as águas das enchentes estão baixando, as estradas estão se tornando transitáveis e os serviços comerciais de transporte estão reiniciando, as operações apoiadas pelos militares dos EUA voltarão para as mãos das autoridades locais, da ONU e das organizações não governamentais, que estão a cada dia mais aptas a atuar nas comunidades anteriormente isoladas pelos danos causados pelas tempestades.

Além disso, a Equipe de Resposta de Assistência em Desastres (DART, em inglês) da USAID continuará liderando os esforços de resposta humanitária do governo dos EUA, trabalhando em estreita coordenação com as autoridades locais e os diversos parceiros, para avaliar as necessidades das pessoas afetadas e ajudar a coordenar os esforços de assistência.

“O apoio da JTF-Bravo foi absolutamente essencial nessas primeiras semanas de resposta”, disse Tim Callaghan, líder da DART da USAID. “Trabalhando juntos, a USAID e os militares dos EUA conseguiram distribuir suprimentos de ajuda às comunidades que necessitavam de assistência urgente e que ninguém mais conseguiria acessar. Somos gratos pela forte parceria e agradecemos a todos os membros da JTF-Bravo e do SOUTHCOM pelo apoio.”

No transcurso das atividades das autoridades da JTF-Bravo para realizar missões de assistência humanitária e ajuda em desastres, o comando apoiou 295 missões, proporcionando evacuações médicas e de acidentes para os feridos que necessitavam de atendimento de emergência. Os ativos da JTF-Bravo resgataram 810 cidadãos, transportaram 163 integrantes das equipes de busca e ajuda e aproximadamente 159 toneladas de alimentos, água, kits de higiene e outros itens de primeira necessidade. Além disso, transportaram aproximadamente 256 toneladas de suprimentos de socorro, em apoio à resposta humanitária conduzida pela USAID na região.

“A JTF-Bravo trabalhou sem parar desde o início de novembro, como parte de um esforço de equipe”, disse o Coronel do Exército dos EUA John D. Litchfield, comandante da JTF-Bravo. “Trabalhamos em estreita colaboração com nossos parceiros centro-americanos todo o tempo, e foi inspirador ver nossos amigos e aliados juntando-se a nós para ajudar as pessoas em um momento de necessidade.”

A JTF-Bravo trabalhou em estreita colaboração durante todo o tempo nos esforços de assistência com a USAID, as embaixadas dos EUA na Guatemala, Honduras e Panamá, e com os membros e componentes do SOUTHCOM, do Exército Sul dos EUA, das Forças Navais Sul dos EUA, das Forças Aéreas Sul dos EUA, do Comando Sul de Operações Especiais dos EUA, da Guarda Costeira dos EUA, da Frota Real Auxiliar do Reino Unido e da Marinha da França.

Durante as fases iniciais e críticas das operações de assistência, as capacidades militares únicas destacadas pela JTF-Bravo permitiram que os Estados Unidos ajudassem seus parceiros da região com esforços imediatos para salvar vidas. Uma hora depois de receber as solicitações de ajuda do governo de Honduras, membros da JTF-Bravo estavam voando para efetuar as missões salva-vidas.

Como amigos e vizinhos da América Central, a JTF-Bravo apoia seus parceiros há quase 40 anos e continua a fazê-lo hoje em dia. A força-tarefa está sempre pronta para responder e ajudar caso surja nova emergência.

Share