Forças Armadas da Guatemala e SOUTHCOM cooperam no exercício "Além do Horizonte" 2016

Guatemalan Armed Forces, U.S. SOUTHCOM Cooperate in ‘Beyond the Horizon’ 2016

Por Dialogo
fevereiro 19, 2016





Representantes de Assuntos Civis do Exército da Guatemala e de Relações Cívico-Militares do Comando Sul dos Estados Unidos (SOUTHCOM) se reuniram de 25 a 31 de janeiro para definir e padronizar protocolos para missões humanitárias. Os oficiais desenvolveram estratégias para a construção de três escolas e duas clínicas médicas em povoados e aldeias do departamento de San Marcos, como parte da missão “Além do Horizonte” 2016.

Os países concordaram em trabalhar em conjunto com os Ministérios da Educação e da Saúde Pública e Assistência Social da Guatemala, de 5 de março a 7 de julho. O SOUTHCOM está investindo US$ 10 milhões nessa missão humanitária, enquanto a Guatemala está contribuindo com 1 milhão de quetzales (cerca de US$ 130.500).

As autoridades definiram em 2014 que os representantes militares dos Estados Unidos prestariam assistência humanitária à Guatemala por meio da iniciativa “Além do Horizonte”. O objetivo do programa é levar apoio cívico, humanitário e assistência médica e de engenharia para os civis, disse a Diálogo
o Sargento Luis Alvarado, guatemalteco integrante do Exército Sul do SOUTHCOM. Dois outros representantes do SOUTHCOM – o Tenente-Coronel Michael Caro e o Sargento Miguel Espinoza – atuaram como oficiais de ligação para a iniciativa durante a reunião de janeiro, que também contou com a presença de observadores da Colômbia, do Chile, do Canadá e de Trinidad e Tobago.

As autoridades guatemaltecas propuseram levar os esforços humanitários aos departamentos de Jutiapa e Alta Verapaz, mas decidiram concentrar esforços em San Marcos depois da avaliação das necessidades dessas regiões, explicou a Diálogo
o General de Brigada de Infantaria Hugo Fernando Rodríguez Cifuentes, chefe da Assessoria de Imprensa do Exército da Guatemala .


Escolas e clínicas médicas


As Forças Armadas da Guatemala e o SOUTHCOM definiram que os povoados de Nueva Florida, Santa Catarina e San Rafael La Cuesta receberão uma escola cada.

Quanto às clínicas médicas, os militares guatemaltecos e oficiais do SOUTHCOM construirão uma unidade na aldeia de Pojopón, no município de Esquipulas Palo Gordo, e outra na aldeia de Tocache, no município de San Pablo. As instalações serão dotadas de médicos que atenderão às aldeias de Villa Hermosa, La Blanca e San Pablo, todas em San Marcos, de acordo com o Gen Brig Rodríguez.

O “Além do Horizonte” é um exercício anual financiado pelo SOUTHCOM. A iniciativa, que começou em 1993, quando recebeu o nome “Caminhos Fortes”, tem como foco a criação de projetos médicos e de engenharia na América Central, na América do Sul e no Caribe todos os anos. Várias agências governamentais dos países parceiros participantes e dos Estados Unidos cooperam em cada iniciativa.

San Marcos atingido por terremotos


A iniciativa ajudará os moradores de um departamento que sofreu danos graves causados por dois grandes terremotos nos últimos anos. Muitos prédios residenciais em San Marcos, departamento localizado na fronteira da Guatemala com o México, foram destruídos ou seriamente danificados após um terremoto de 7.2 na escala de Mercalli atingir a região, em 7 de novembro de 2012. O terremoto matou 48 pessoas na Guatemala, incluindo 30 em San Marcos.

Menos de dois anos depois, em 7 de julho de 2014, San Marcos foi atingido por outro terremoto que causou a morte de duas pessoas, feriu 272 e forçou 6.341 famílias a deixar suas casas porque foram destruídas ou sofreram danos graves. Cerca de 765 famílias viveram em abrigos temporários durante meses enquanto as autoridades reconstruíam suas casas em San Marcos.

Os engenheiros do Exército da Guatemala coordenaram os esforços de reconstrução após os dois tremores. Os militares construíram casas para 5.011 famílias vitimadas pelos dois terremotos.


Share