Apreendidas na Guatemala 320 toneladas de químicos para a fabricação de drogas

Por Dialogo
abril 03, 2012

A Polícia guatemalteca apreendeu em um porão do porto Santo Tomás de Castilla, cerca de 300 quilômetros a noroeste da capital no Caribe, 320 tonéis procedentes da China com substâncias químicas para a fabricação de drogas sintéticas, cujo destino era Honduras, informou a instituição.



As substâncias químicas vinham de Xangai e tinham como destino a empresa hondurenha San Marcos, Ocotepeque Importadora y Exportadora S.A., informou em um comunicado a Divisão de Análise e Informações Antinarcóticas (Daia) da Polícia Nacional Civil.



Segundo as autoridades, os precursores químicos chegaram ao terminal portuário no navio “San Antonio”, em quatro contêineres com 80 tonéis cada um.



A substância identificada como monometilamina é proibida na Guatemala, mas foi rotulada com o nome de poliéster para uso industrial.



O jornal Prensa Libre comentou que a documentação de importação diz que o produto permaneceria na Guatemala por 17 dias e em seguida seria transportado para o sul do país, carregado em outro navio que o levaria a porto Cortés, Honduras.



A Polícia e o Exército confiscaram mais de 2.500 recipientes com substâncias químicas no decorrer deste ano, principalmente na Cidade da Guatemala, Puerto Quetzal – no Pacífico – e Puerto Santo Tomás de Castilla, no Caribe.






Share