Guatemala pede à ONU estratégia contra narcotráfico na Venezuela

Guatemala pede à ONU estratégia contra narcotráfico na Venezuela

Por Voz da América/VOA/Editado pela equipe da Diálogo
setembro 29, 2021

Select Language

O presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, solicitou aos países da América Central e de outras regiões da América Latina a implementação de um plano conjunto contra o comércio de substâncias ilícitas.

Em especial, ele se referiu a uma ação contra a Venezuela, a partir de onde, segundo o mandatário, se distribui a maior parte da droga, da qual uma boa parte termina nos Estados Unidos, disse.

“O tráfico de drogas é um mal que nos faz sofrer pela demanda para seu consumo, particularmente aqui nos Estados Unidos. No entanto, nos últimos meses vimos como isso ocorre: a Venezuela é o ponto de partida para 95 por cento das aeronaves que chegam ao nosso país ou aos países vizinhos. A partir dali a droga é trazida para esse país”, disse ele durante seu discurso na 76ª sessão da Assembleia das Nações Unidas.

Quanto a esse tema, ele lamentou as consequências do tráfico de drogas na região, pois enquanto os governos estiverem destinando recursos econômicos ao seu combate, haverá outros setores sem possibilidades de investimentos.

“Nossa região continua sofrendo esse flagelo [do narcotráfico], que já custou incontáveis vidas, porque o narcotráfico corrompe nossas sociedades. Ele causa um grande impacto em nossa economia e nos obriga a desviar recursos para combatê-lo. Esses recursos poderiam ser utilizados em outros setores para melhorar os índices de desenvolvimento humano”, acrescentou.

Nessa linha de pensamento, insistiu que seu governo está comprometido “com a luta contra o tráfico ilícito de drogas” e comemorou que no decorrer deste ano, até o dia 21 de setembro, “foram contabilizados 114 dias de voos sem apreensões de drogas”.

Share