Guatemala captura 12 narcotraficantes com pedidos de extradição

Guatemala captura 12 narcotraficantes com pedidos de extradição

Por Gustavo Arias Retana/Diálogo
maio 11, 2021

Instituições policiais guatemaltecas desferiram múltiplos golpes contra o narcotráfico entre janeiro e março de 2021, capturando 12 suspeitos com pedidos de extradição pelos Estados Unidos, por terem vínculos com organizações narcotraficantes internacionais.

No dia 18 de março, agentes antinarcóticos da Polícia Nacional Civil (PNC) da Guatemala informaram a detenção de Byron Alcides Berganza Espino, integrante de uma quadrilha que traficava cocaína para os EUA desde 2017.

“Ele era responsável por transportar, comandar e administrar diversas atividades do tráfico de cocaína da organização na Guatemala”, publicou a PNC no Twitter.

No dia 17 de março, a PNC informou através do Twitter a detenção de um homem de nacionalidade mexicana identificado como Luis Gonzalo Gutiérrez, conhecido como Licenciado, que deveria comparecer em juízo no Distrito Sul da Flórida. Desde julho de 2015, Gutiérrez supostamente coordenava o transporte de carregamentos de cocaína da Colômbia para os Estados Unidos, informou o portal Prensa Libre.

Luis Gonzalo Gutiérrez, conhecido como Licenciado e procurado pelo Distrito Sul da Flórida por narcotráfico, foi preso no dia 16 de março de 2021 pela PNC da Guatemala. (Foto: Polícia Nacional Civil da Guatemala)

Em outra operação, a PNC informou no dia 13 de março que deteve, no estado de Escuintla, José Widalty Cruz Ojeda, conhecido como Comejón, que tinha um processo aberto nos EUA por tráfico de cocaína.

Nove narcotraficantes a menos

No mês de fevereiro, foram realizadas outras sete detenções, e em janeiro mais duas, de criminosos vinculados ao tráfico de drogas. Eles foram detidos com fins de extradição.

No dia 26 de fevereiro, no estado de Quetzaltenango, foi detido Gersom Blas Muños Cifuentes, conhecido como El Duke, procurado pela Corte Distrital do Leste do Texas, por fazer parte de uma organização criminosa dedicada ao tráfico de cocaína desde pelo menos 2015, informou o portal Prensa Libre.

Virginia Margarita Bourdet Delgado, de 47 anos, foi presa no dia 19 de fevereiro em San José Pinula, por integrar uma quadrilha dedicada ao tráfico de heroína e cocaína para os Estados Unidos; a mulher era requisitada pela Corte do Distrito Leste da Virgínia, informou o portal Guatevisión.

No dia 15 de fevereiro, a PNC informou a detenção de Maynor Jovito Salazar Méndez, no estado de Chiquimula. Salazar era requisitado pelo Distrito Leste do Texas por integrar uma organização do crime organizado que levava drogas para os Estados Unidos.

“A investigação o identificou como membro da organização desde pelo menos 2015 […]; ele era responsável por transportar, comandar, administrar e supervisionar as atividades do tráfico de drogas da organização na Guatemala”, publicou o Ministério Público da Guatemala no Twitter.

No dia 13 de fevereiro, as autoridades detiveram Alfredo Ramón Marroquín Escobar, em Ayutla, estado de San Marcos; o guatemalteco tem pedido de extradição pela Corte do Distrito Leste do Texas, informou o Canal Antigua.

A PNC também prendeu, no dia 12 de fevereiro, Mario Iván Amézquita Mérida, conhecido como El Charo; no dia 7 de fevereiro, foi preso Geovani de Jesús Aguirre González; e, no dia 3 do mesmo mês, foi detido Carlos Enrique Cáceres Molina, todos investigados por crimes de tráfico de cocaína e com pedidos de extradição pelos Estados Unidos, disse a Prensa Libre.

No dia 16 de janeiro, o Ministério Público da Guatemala deteve Álvaro Oliva, de 47 anos. No dia 14 do mesmo mês, o portal suíço swissinfo.ch informou que a PNC havia prendido Mario Alfredo Hurtarte Ramírez, conhecido como Cantinflas, de 35 anos, no aeroporto internacional de La Aurora. Ambos também era requisitados pelas autoridades norte-americanas por pertencerem a grupos do narcotráfico.

Share