Governos dos EUA e do Peru compartilham experiências de sucesso na vacinação

Governos dos EUA e do Peru compartilham experiências de sucesso na vacinação

Por Embaixada dos Estados Unidos no Peru
março 31, 2021

O governo dos Estados Unidos, através de sua embaixada em Lima e da Força-Tarefa Interagencial Conjunta da Virgínia Ocidental para vacinação contra a COVID-19 (WV Task Force, em inglês), organizou junto com a Presidência do Conselho de Ministros (PCM) e o Ministério da Saúde do Peru uma conferência virtual sobre a experiência bem-sucedida de vacinação no estado da Virgínia Ocidental, com o objetivo de fortalecer a tarefa de vacinação contra a COVID-19 e compartilhar boas práticas de trabalho no âmbito da emergência sanitária da pandemia.

O evento contou com a participação do encarregado de Negócios da Embaixada dos EUA, Denison Offutt, da presidente do Conselho de Ministros do Peru, Violeta Bermúdez, do ministro da Saúde do Peru, Oscar Ugarte, e do general adjunto da Guarda Nacional da Virgínia Ocidental, General de Brigada William E. Crane, que conversaram sobre a logística da vacinação, a refrigeração das vacinas e os sistemas de administração das vacinas e seus registros.

As apresentações, a cargo de especialistas dos governos dos EUA e do Peru, abordaram temas relativos ao programa de vacinação na Virgínia Ocidental e também no Peru, bem como às funções dos governos e boas práticas de vacinação em tempos de pandemia da COVID-19. A Virgínia Ocidental é um dos estados mais bem-sucedidos dos EUA na vacinação de seus cidadãos, graças às decisões de organização e logística e ao enfoque objetivo da vacinação.

O percentual de vacinação no estado da Virgínia Ocidental está entre os mais altos do mundo. Mais de 15 por cento da população do estado já recebeu uma dose da vacina, e mais de 9 por cento recebeu as duas doses, o que coloca a Virgínia Ocidental em terceiro lugar no mundo em vacinação, de acordo com o percentual da sua população. Tudo começou no final de dezembro de 2020, quando o governador Jim Justice anunciou que os habitantes da Virgínia Ocidental maiores de 80 anos seriam vacinados nos estabelecimentos de saúde de seus condados. Os idosos começaram a fazer fila para receber a vacina imediatamente. A WV Task Force, depois de ouvir a população, avaliar suas necessidades, incluir a comunidade no processo de vacinação e proporcionar os recursos necessários para a correta administração das doses, decidiu elaborar um plano flexível de vacinação até outubro de 2021 em hospitais, escolas, centros comunitários e farmácias; estabelecer centros de distribuição da vacina; e criar uma linha telefônica direta para dar informações e receber inscrições para a vacinação, porque 30 por cento dos residentes não têm acesso à internet e os idosos de mais de 70 anos normalmente não fazem uso de computadores.

O Gen Bda Crane disse durante a conferência que “desde março de 2020, as dedicadas mulheres e homens da Guarda Nacional da Virgínia Ocidental estão na linha de frente da pandemia, apoiando os residentes do estado, e já provamos a nós mesmos que somos líderes mundiais em vacinação contra a COVID-19. Compreendemos a necessidade vital de compartilhar as melhores práticas para melhorar a distribuição das vacinas e proteger os mais vulneráveis dessa doença mortal. Agradecemos esse importante diálogo com nossos parceiros peruanos através da reunião sobre a distribuição das vacinas contra a COVID-19”.

Share