Repórter francês está em poder das FARC na Colômbia

Por Dialogo
maio 04, 2012


O Exército da Colômbia confirmou, em 2 de maio, que o jornalista francês Romeo Langlois, da emissora de televisão France 24, foi capturado pela guerrilha comunista das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), e decidiu suspender as operações militares na região para facilitar sua entrega.

“Esses terroristas enviaram às emissoras locais uma mensagem que foi confirmada. Nela, admitem que mantêm Romeo Langlois”, disse à AFP o General Javier Rey, comandante da aviação do Exército.

As autoridades colombianas procuram há cinco dias o jornalista de 35 anos de idade, que está em poder da guerrilha comunista das FARC em algum ponto da região de Caquetá (sul), perto da selva amazônica.

Após confirmar que o repórter encontra-se em poder dos guerrilheiros, decidiu-se em 2 de maio suspender as atividades militares na região, especialmente a operação aérea enviada desde o dia 28 de abril passado para procurá-lo.

“As operações estão suspensas para facilitar a libertação de Romeo. Os sobrevoos foram suspensos. Decidimos isto uma vez que ficou comprovado que a guerrilha o tinha em seu poder. Reduzimos a pressão sobre o grupo terrorista, que agora tem total liberdade para soltá-lo”, afirmou o general.

A mensagem onde a guerrilha anuncia ter Langlois em seu poder foi assinada pelo “Estado-Maior da frente 15” das FARC, uma unidade regional integrada por cerca de 300 guerrilheiros que seriam apoiados ainda por 2 mil milicianos, segundo o General Rey.



Share