Força Aérea dos EUA transporta tropas colombianas de socorro devido ao furacão Iota

Força Aérea dos EUA transporta tropas colombianas de socorro devido ao furacão Iota

Por Comando Sul dos EUA
novembro 24, 2020

Um avião C-130 da Força Aérea dos EUA transportou, no dia 23 de novembro de 2020, 68 soldados do Exército da Colômbia à ilha colombiana de San Andrés, para apoiar as operações de salvamento e assistência em desastres após o furacão Iota, na vizinha ilha colombiana de Providencia.

O avião transportou as tropas de Cartagena, Colômbia, junto com mais de 18.000 quilos de alimentos e água.

O C-130, da 317ª Ala Aérea, da Base da Força Aérea de Dyess, Texas, complementou o apoio contínuo do Comando Sul dos EUA (SOUTHCOM) à assistência em casos de desastres no exterior, liderada pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID, em inglês), aos países atingidos por uma sucessão de furacões devastadores.

O furacão Iota causou danos significativos nas ilhas de San Andrés e Providencia.  Em resposta, as autoridades colombianas declararam zona de desastre e solicitaram assistência dos EUA através da Embaixada dos EUA em Bogotá.

O Escritório de Assistência Humanitária da USAID destacou uma Equipe de Resposta de Assistência em Desastres, para liderar os esforços de ajuda do governo dos EUA, e respondeu imediatamente com apoio monetário e o fornecimento de suprimentos em casos de desastres. Em apoio à USAID, o SOUTHCOM está transportando mantimentos de socorro para áreas duramente atingidas em Honduras e Guatemala.

As ilhas de San Andrés e Providencia estão localizadas a mais de 140 milhas a sudeste de Puerto Cabezas, uma cidade portuária na costa caribenha da Nicarágua.

O SOUTHCOM e a USAID estão coordenando na região o apoio dos EUA às operações de assistência em casos de desastres no exterior.

Até à data, a Força-Tarefa Conjunta Bravo do SOUTHCOM, com sede na Base Aérea de Palmerola, em Honduras, realizou 148 missões de salvamento e de ajuda humanitária em áreas devastadas pelos furacões Eta e Iota, resgatando 322 vítimas e entregando mais de 290.000 kg de suprimentos de socorro para casos de desastres, uma quantidade equivalente ao peso combinado de 25 ônibus escolares convencionais.

Como parceiros empenhados em uma abordagem governamental integrada, esses esforços complementam os US$ 17 milhões em assistência humanitária designados à USAID para os esforços de socorro em resposta à destruição causada pelos furacões Eta e Iota.

Share