• Home »
  • Notícias »
  • Exército Brasileiro forma primeiras mulheres especializadas em manutenção de aeronaves

Exército Brasileiro forma primeiras mulheres especializadas em manutenção de aeronaves

Exército Brasileiro forma primeiras mulheres especializadas em manutenção de aeronaves

Por Nelza Oliveira / Diálogo
fevereiro 21, 2020

As sargentos Sara Oliveira de Souza Mendes, Larissa Somera Pereira da Silva, Carla Victória Melo de Farias Freitas Ribeiro, Joyce Carvalho Pereira e Maria Eduarda Rodrigues Costa Oliveira entraram para a história do Exército Brasileiro (EB) como as cinco primeiras mulheres sargentos especialistas na manutenção de aeronaves.

(Foto: Centro de Comunicação Social do Exército Brasileiro)

O Curso de Formação de Sargentos de Aviação, além de ser um dos caminhos para o ingresso na carreira militar do EB como terceiro-sargento, forma profissionais aptos a desempenhar todas as missões de voo e de manutenção.

Promovido desde 1995, o curso tem duração de dois anos. As cinco militares se formaram na turma de 2019. Durante o curso, os alunos estudam história militar, física aplicada à aviação, teoria de voo de helicópteros, sistemas de aeronaves, operação com helicópteros, treinamento físico militar, tiro de armas portáteis e coletivas, bem como módulos para a formação em mecânico de voo e mecânico de primeiro escalão de manutenção. A turma foi formada por 21 alunos.

O Centro de Instrução de Aviação do Exército oferece 48 cursos e estágios por ano para mais de 500 alunos para formar especialistas para a Aviação do Exército (AvEx).

“A formação das primeiras cinco militares do segmento feminino, especialistas em manutenção de aeronaves, permitirá que estas integrem, como mecânicas de voo, as diversas tripulações que cumprem missões operacionais pela AvEx em todo o território nacional”, afirmou à Diálogo o Centro de Comunicação Social do Exército.

A partir dessa primeira turma, não há mais distinção para o ingresso de homens e mulheres no curso, que além de ser uma das entradas para a carreira militar, ainda forma profissionais aptos a desempenhar todas as etapas de missões de aviação, desde voo até manutenção. O EB espera aumentar o número da participação feminina no curso. Atualmente, os militares no EB somam 223.440, sendo 211.805 do sexo masculino e 11.635 do feminino.

Share