Ex-soldados hondurenhos suspeitos de treinar narcotraficantes

Por Dialogo
março 15, 2012



MONTERREY, México – Dois ex-soldados hondurenhos foram presos pelo exército suspeitos de terem treinado integrantes do violento cartel de drogas mexicano Los Zetas, em Nuevo León, informaram autoridades.
Um porta-voz do exército revelou que Roger Iván López Dávila, de 41 anos, e Carlos Alfredo Herrera Gómez, 21, moram no México há dois anos.
Os dois ex-militares foram presos com outras sete pessoas, incluindo cinco menores, em Privada de San Juan, na cidade de Cadereyta, localizada a cerca de 35 km a leste de Monterrey, capital de Nuevo León.
Os outros suspeitos foram identificados como Alex Alan Rodríguez, de 19 anos, e Liliana Juanita Moreno, 21.
Os cinco menores têm entre 14 e 17 anos, disse o porta-voz do exército.
Militares apreenderam 225 pacotes de maconha, 225 de cocaína e equipamentos de comunicação dos suspeitos.

[EFE, 14/03/2012; Ansalatina.com (México), 14/03/2012]

Share