EUA anunciam mais assistência para as populações de El Salvador, Guatemala e Honduras

EUA anunciam mais assistência para as populações de El Salvador, Guatemala e Honduras

Por Gabinete de Imprensa/USAID
maio 14, 2021

No dia 26 de abril de 2021, a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, anunciou que os Estados Unidos estão contribuindo com US$ 310 milhões para aumentar a assistência ao Triângulo Norte, incluindo US$ 255 milhões para atender às necessidades humanitárias imediatas e urgentes das populações de El Salvador, Guatemala e Honduras, quanto a refugiados, pessoas desalojadas e migrantes vulneráveis da região. A assistência inclui aproximadamente US$ 104 milhões do Departamento de Estado dos EUA, US$ 125 milhões fornecidos pela Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID, em inglês) e US$ 26 milhões através do Departamento de Defesa.

No ano passado, o número de pessoas que requeriam ajuda humanitária nesses países teve um aumento de mais de 75 por cento. Agora, devido aos impactos da COVID-19, a vários anos consecutivos de secas, grave insegurança alimentar, altos níveis constantes de violência e perseguição, além de sucessivos furacões em novembro, mais de 10 milhões de pessoas precisam de assistência humanitária.

Esse novo financiamento da USAID fornecerá um alívio essencial para atender às necessidades crescentes e complexas. Essa assistência inclui:

  • Cerca de US$ 54 milhões para a Guatemala, para assistência emergencial de alimentação; programas de recuperação econômica para ajudar as pessoas a reconstruírem seus meios de subsistência; treinamento para as famílias para promover práticas saudáveis de alimentação para bebês e crianças; avaliação dos casos de desnutrição; campanhas para higiene das mãos e suprimentos de higiene para ajudar a manter as pessoas saudáveis e reduzir a disseminação de doenças; proteção para os mais vulneráveis; e apoio aos pequenos agricultores, incluindo sementes, fertilizantes, aves, ração para o gado, acesso aos serviços veterinários e treinamento para aumentar a resiliência aos futuros eventos climáticos.
  • Cerca de US$ 55 milhões para Honduras, para assistência alimentar durante a baixa estação vindoura; apoio às famílias para aumentar a resiliência e a sustentabilidade de suas fontes de alimentação, através de práticas agrícolas inteligentes adequadas ao clima e da diversificação das colheitas; treinamento para ajudar as famílias a aumentar a produção de ovos de suas galinhas para obter alimentos nutritivos e gerar renda adicional; proteção aos mais vulneráveis; e programas para ajudar as comunidades para que estejam melhor preparadas para futuros desastres.
  • Mais de US$ 16 milhões para El Salvador para assistência emergencial de alimentação; proteção aos mais vulneráveis; e apoio para que a população possa se reerguer, através da distribuição de sementes e ferramentas e da melhoria das hortas e pastagens das comunidades.

Os Estados Unidos são o maior doador humanitário desses países e continuam comprometidos com o apoio ao povo de El Salvador, Guatemala e Honduras, bem como a outros povos vulneráveis e desalojados da região. Os Estados Unidos também incentivam outros doadores a contribuírem para os esforços de resposta.

Esse apoio se soma aos programas robustos e duradouros, para abordar as causas básicas da migração irregular de El Salvador, Guatemala e Honduras, melhorando as oportunidades econômicas, fortalecendo a governança e a segurança, apoiando os direitos humanos e criando maior resiliência às mudanças climáticas.

Share