Estados Unidos e República Dominicana fortalecem vínculos

Estados Unidos e República Dominicana fortalecem vínculos

Por Capitão-Tenente Laura Price/Forças Navais do Comando Sul dos EUA/Quarta Frota dos EUA
julho 16, 2021

O navio de combate litorâneo classe Freedom USS Bilings (LCS 15), da Marinha dos EUA, e a Marinha Dominicana realizaram um exercício de passagem (PASSEX) no dia 10 de julho de 2021, após uma visita de três dias ao porto de Santo Domingo, República Dominicana.

Durante o exercício, o USS Billings trabalhou com dois navios rápidos da Marinha Dominicana: o barco de patrulha Canopus (GC-107), de 110 pés de comprimento, e o barco classe Justice Boston Whaler Nunki (LI-163). As forças praticaram uma série de movimentos de embarque tático, formações e vectorização, além de testarem as capacidades de comando e controle.

O treinamento contribuiu para melhorar a interoperabilidade e demonstrar a parceria estratégica com a República Dominicana, o que ajuda a conduzir operações navais contra as ameaças que surgem na região.

Ainda no porto, o USS Billings ofereceu uma recepção de boas-vindas a bordo ao presidente da República Dominicana, Luis Rodolfo Abinaner, à vice-presidente da República Dominicana, Raquel Peña, ao Chargé d’Affaires da Embaixada dos EUA em Santo Domingo, Robert W. Thomas, e ao Contra-Almirante Don Gabrielson, comandante das Forças Navais do Comando Sul dos EUA/Quarta Frota dos EUA.

“Estamos realizando um importante trabalho em um mundo complexo”, disse o C Alte Gabrielson. “Todos os dias, parece que a situação desafia a lógica e despertamos com mais um desafio. Ainda assim, somos perseverantes – juntos, amigos próximos, cujo vínculo é o mar.”

O C Alte Gabrielson se reuniu com altas autoridades da Embaixada dos EUA em Santo Domingo e com líderes da Marinha Dominicana, incluindo o Vice-Almirante Ramón Gustavo Betances Hernández, chefe da Marinha, para discutir o desenvolvimento de marinheiros e profissionais, oportunidades de intercâmbios educacionais e meios para que as duas marinhas possam se integrar futuramente em operações marítimas.

A visita do USS Billings foi a primeira em que os marinheiros tiveram liberdade na área de operações da Quarta Frota dos EUA, desde o início da pandemia da COVID-19. A tripulação pôde vivenciar a cultura da República Dominicana, respeitando as regras estabelecidas pelo país para garantir a saúde e a segurança dos tripulantes de forma contínua.

“Estamos felizes por sermos capazes de executar com segurança a liberdade nesse país maravilhoso; nossa tripulação agradece ao povo da República Dominicana que nos deu as boas-vindas e esperamos ansiosamente poder voltar”, disse o chefe sênior comandante do USS Billings da Marinha dos EUA Aaron Wimberly. “Os eventos na República Dominicana foram as primeiras referências que buscávamos ao planejar o destacamento. Elas mostraram que estamos no teatro, prontos para operar.”

A visita do USS Billings à República Dominicana apoia a missão da Quarta Frota de empregar as forças marítimas em operações de cooperação de segurança marítima para manter o acesso, aprimorar a interoperabilidade e criar parcerias duradouras que fortaleçam a segurança regional e a estabilidade. Desde março de 2021, as marinhas dos EUA e da República Dominicana já realizaram cinco exercícios marítimos bilaterais, reforçando a prontidão tática.

O USS Billings está destacado na área de operações da Quarta Frota dos EUA para apoiar a missão da Força-Tarefa Conjunta Interagencial Sul, que inclui o combate ao tráfico ilícito de drogas no Caribe e no Pacífico Leste.

As Forças Navais do Comando Sul dos EUA/Quarta Frota dos EUA apoiam as operações militares conjuntas e combinadas do Comando Sul dos EUA, empregando as forças marítimas em operações cooperativas de segurança marítima, para manter o acesso, aprimorar a interoperabilidade e criar parcerias duradouras, com a finalidade de fortalecer a segurança regional e promover a paz, a estabilidade e a prosperidade nas regiões do Caribe e das Américas Central e do Sul.

Share