• Home »
  • »
  • Estados Unidos e Colômbia cooperam em diversos assuntos

Estados Unidos e Colômbia cooperam em diversos assuntos

Estados Unidos e Colômbia cooperam em diversos assuntos

Por David Vergun / Departamento de Defesa / Editado pela Diálogo
fevereiro 14, 2020

O secretário de Defesa dos EUA Mark Esper disse que a Colômbia é o “parceiro mais próximo dos Estados Unidos na América Latina” e que ele espera fortalecer ainda mais os seus relacionamentos em relação à defesa.

Esper recebeu o ministro de Defesa da Colômbia Carlos Holmes Trujillo no Pentágono, no dia 7 de fevereiro de 2020. Após o encontro, os dois deram uma entrevista coletiva para discutir as áreas de cooperação entre ambas as nações.

Esper enfatizou a história de cooperação compartilhada, duradoura e rica entre os dois países em todo o mundo, inclusive durante a Guerra da Coreia, quando a Colômbia enviou tropas que apoiaram o esforço militar liderado pelas Nações Unidas para proteger a Coreia do Sul. Esper acrescentou que a Colômbia também participou durante décadas da força multinacional, além de trabalhar com os observadores que mantêm a paz na Península do Sinai, no Egito.

As relações de defesa se destacaram quando a Colômbia sediou um exercício militar conjunto aerotransportado em janeiro, acrescentou. Esper disse que ele e Trujillo discutiriam a respeito de mais oportunidades para realizar futuros exercícios multilaterais na região.

Uma solução para a crise da Venezuela é essencial para a segurança da região, onde o regime de Nicolás Maduro continua a violar os direitos humanos de seu próprio povo, afirmou o secretário.

Terroristas, grupos do tráfico ilícito e a indesejável influência exterior exacerbam a situação, declarou Esper, acrescentando que os EUA e outras nações estão buscando uma transição pacífica para a democracia na Venezuela.

“Somos gratos por tudo o que a Colômbia tem feito para ajudar os venezuelanos que fogem da opressão de Maduro”, disse Esper.

Os EUA também estão trabalhando com a Colômbia para restringir a produção de cocaína e o tráfico. Esper ressaltou que houve um aumento na erradicação das drogas ilícitas em 2019. Ele disse que esse ritmo de trabalho continuará ao longo deste ano.

Esper declarou que ele também se reuniu com líderes da Guarda Costeira dos EUA para discutir meios para apoiar a Colômbia e outras nações nas atividades de combate ao narcotráfico, em cooperação com o Departamento de Defesa dos EUA.

Esper parabenizou Trujillo e a Colômbia por este país ter se tornado o primeiro parceiro global latino-americano da OTAN em 2018. “Esse foi um passo importantíssimo para melhorar a interoperabilidade com a aliança e aumentar sua participação em exercícios e na educação militar. Enquanto isso, a OTAN se beneficiará muito com suas experiências em contraterrorismo e outras atividades militares.”

Trujillo agradeceu aos militares norte-americanos e colombianos e à sua polícia por colocarem suas vidas na linha de frente. “Todos eles são heróis e nós lhes devemos eterna gratidão por contribuírem para a segurança que nos permite construir e manter os valores democráticos, a liberdade e os direitos humanos de nossas nações.”

“Os Estados Unidos são o mais importante e o mais estratégico parceiro da Colômbia”, disse o ministro da Defesa. “As relações bilaterais Colômbia-EUA têm se caracterizado historicamente pelos fortes vínculos de amizade e cooperação em várias frentes.”

Trujillo disse que ele compartilha com os EUA a esperança de uma rápida transição para a democracia na Venezuela, a erradicação dos cultivos ilícitos e o fim do terrorismo. Ele acrescentou que aguarda ansiosamente ainda mais cooperação entre os militares das duas nações.

Share