Estados Unidos e Brasil iniciam a 36ª edição dos Diálogos Anuais de Estado-Maior entre seus exércitos

Estados Unidos e Brasil iniciam a 36ª edição dos Diálogos Anuais de Estado-Maior entre seus exércitos

Por Leanne Thomas/Exército Sul dos EUA/Editado pela equipe da Diálogo
novembro 13, 2020

Os diálogos de estado-maior entre os exércitos dos Estados Unidos e do Brasil, uma série de reuniões de uma semana de duração com o objetivo de fortalecer as parcerias profissionais e aumentar a interação entre os exércitos, foram inaugurados no quartel-general do Exército Sul dos EUA, no dia 20 de outubro.

O Programa de Diálogos do Estado-Maior do Exército dos EUA é um compromisso bilateral para discussões militares entre seus respectivos exércitos. Este ano marca a 36ª vez que o Exército dos EUA e o Exército Brasileiro se reuniram para realizar os diálogos de estado-maior, que têm sido fundamentais para melhorar a interoperabilidade e a cooperação entre os dois parceiros.

“Em nome do chefe de Estado-Maior do Exército [dos EUA], General de Exército James McConville, estou profundamente honrado e orgulhoso de ter a oportunidade de continuar fortalecendo nossa duradoura parceria de exércitos”, disse o General de Brigada Daniel R. Walrath, comandante-geral do Exército Sul dos EUA. “Esses diálogos continuarão a desenvolver nossa parceria entre exércitos e, desde o ano passado [2019], com nosso mais recente aliado prioritário extra-OTAN.”

Esses diálogos de estado-maior constituem o principal compromisso anual do Exército dos EUA para o Exército Sul dos EUA, planejadores brasileiros e os principais líderes, para discutir e preparar as ações acordadas de cooperação bilateral de segurança, para que sejam aprovadas por ambos os exércitos.

“À medida que nos adaptamos ao ambiente da COVID-19, nossos exércitos continuam a demonstrar flexibilidade, agilidade e capacidade de adaptação para combater esses novos desafios, ao mesmo tempo que mantemos nosso relacionamento estratégico”, disse o Gen Bda Walrath. “Esses diálogos de estado-maior incorporam a sólida parceria entre nossos exércitos, a qual foi forjada durante a árdua campanha italiana da Segunda Guerra Mundial.”

“Continuaremos o impulso de cooperação de segurança que nossos exércitos iniciaram durante a Segunda Guerra Mundial e que foi mantido ao longo dos últimos 35 anos através desses diálogos bilaterais de estado-maior, que fortalecem nossa parceria, aumentam a segurança regional e aperfeiçoam a prontidão e a interoperabilidade de nossos dois exércitos”, disse o Gen Bda Walrath.

Share