Desarticulada rede de narcotráfico que abastecia torcedores do futebol uruguaio

Por Dialogo
setembro 11, 2012


Uma rede de narcotraficantes que abastecia, no Uruguai, os torcedores radicais de equipes de futebol local foi desarticulada em uma operação que apreendeu mais de 200 quilos de maconha e deteve 18 pessoas, informou o Ministério do Interior no dia 9 de setembro.

A “Operação Piscis” terminou com “18 pessoas detidas, a apreensão de 205,2 quilos de maconha, 1,03 quilo de haxixe, 770 gramas de pasta base de cocaína e 73 selos de LSD”, informou o comunicado.

Foram apreendidos ainda US$ 130, sete veículos e 14 armas de fogo em uma operação encerrada no final de semana em Montevidéu e nos estados vizinhos de Canelones e San José.

A operação começou em março para “confirmar e reunir provas sobre as redes de abastecimento e distribuição de drogas ilícitas na área metropolitana” da capital, bem como sobre o consumo dos “barras bravas”, os seguidores fanáticos dos clubes de futebol do país, acrescentou o documento.

Em agosto, a Polícia uruguaia apreendeu 72 quilos de maconha provenientes do Brasil e 30 quilos de cocaína vinda da Argentina, desarticulando uma rede de narcotráfico que operava no norte do país.

As apreensões ocorrem no momento em que o Parlamento discute um projeto de lei lançado pelo presidente uruguaio, José Mujica, que está tentando legalizar a produção e a venda de maconha com o objetivo de fazer frente ao narcotráfico.



Share