Diálogos de Estado-Maior permitem que o Exército dos EUA colabore para a transformação e modernização do Exército do Peru

Diálogos de Estado-Maior permitem que o Exército dos EUA colabore para a transformação e modernização do Exército do Peru

Por Donald Sparks/Exército Sul dos EUA
junho 02, 2021

Em 1827, os Estados Unidos estabeleceram relações diplomáticas com o Peru e, quase 200 anos depois, as parcerias estratégicas entre os EUA e o Peru continuam a fortalecer a segurança em todo o hemisfério ocidental, enfrentando coletivamente os complexos desafios globais.

Durante a sexta edição anual dos Diálogos de Estado-Maior entre os exércitos dos EUA e do Peru, realizada virtualmente no dia 20 de maio de 2021, os dois exércitos fortaleceram as relações entre ambas as nações, com acordos de futuras oportunidades de treinamento entre as instituições.

“Eventos como esse são uma oportunidade para se desenvolver essa discussão e moldar futuros engajamentos para criar oportunidades de treinamento e fortalecer nossos líderes através de compromissos, além de abordar nossos interesses estratégicos mútuos”, disse o General de Brigada Daniel R. Walrath, comandante geral do Exército Sul dos EUA. “Esses Diálogos de Estado-Maior são essenciais para facilitar, melhorar e fortalecer nossas relações e a prontidão mútua de nossos países nos anos vindouros.”

 

Eventos como esse são uma oportunidade para se desenvolver essa discussão e moldar futuros engajamentos para criar oportunidades de treinamento e fortalecer nossos líderes através de compromissos, além de abordar nossos interesses estratégicos mútuos”, disse o General de Brigada Daniel R. Walrath, comandante geral do Exército Sul dos EUA.

No final de 2021, o Exército do Peru comemorará seu bicentenário, pois a instituição foi criada oficialmente no dia 18 de agosto de 1821. Os Diálogos de Estado-Maior proporcionaram ao General de Divisão José Vizcarra Álvarez, chefe do Estado-Maior do Exército do Peru, a oportunidade de elogiar a transformação e modernização de seu Exército, e ele agradeceu o apoio adicional do Exército dos EUA em doutrina, treinamento e exercícios, para aprimorar sua brigada multifuncional e ajudar a criar uma nova brigada mecanizada.

“É importante para nós continuar a fortalecer nossos relacionamentos”, disse o Gen Div Vizcarra, no contexto da realização virtual dos Diálogos de Estado-Maior. “O mais importante foi termos feito todo o possível para nos unirmos e fortalecer nossos relacionamentos existentes.”

O Programa dos Diálogos de Estado-Maior busca promover os esforços bilaterais para desenvolver parcerias profissionais e aumentar a interação entre os exércitos das nações parceiras. Os engajamentos fortalecem os contatos e a compreensão mútua entre os exércitos, proporcionando aos exércitos das nações parceiras nosso ponto de vista sobre os programas específicos do Exército dos EUA e as áreas de interesse mútuo, além de colaborar com as instituições das nações parceiras em áreas de modernização ou reforma.

Os Diálogos de Estado-Maior anteriores foram realizados em Lima, Peru, e, devido à pandemia da COVID-19, as ações de acordo (ATAs, em inglês) de 2020 foram feitas virtualmente, adiadas, remarcadas para a segunda metade de 2021 ou totalmente canceladas. Apesar dos percalços do ano passado, o Gen Bda Walrath garantiu ao Gen Div Vizcarra que o Exército dos EUA tem o compromisso de trabalhar com o Exército do Peru para atingir seus objetivos de transformação.

“As ATAs se concentram no processo de transformação e modernização do Exército do Peru, fortalecendo as capacidades de assistência humanitária e ajuda em desastres, desenvolvimento de liderança, educação, aprimoramento das capacidades de inteligência e interoperabilidade de nossas forças, através do fortalecimento da doutrina e da prontidão da força”, disse o Gen Bda Walrath.

Os membros do Estado-Maior do Exército Sul fizeram palestras sobre os rodízios do Exercício Vanguarda do Sul e do Centro de Treinamento de Combate como oportunidades para o Exército do Peru participar, aprender e, por fim, aumentar a colaboração e a interoperabilidade com o Exército dos EUA.

Além disso, os peruanos tiveram uma visão geral sobre a Brigada de Assistência às Forças de Segurança como uma possível ferramenta de treinamento oferecida para ajudar as iniciativas de transformação de seu Exército.

Uma das maiores prioridades do Gen Div Vizcarra durante os Diálogos de Estado-Maior foi a resposta a desastres, quando ele disse: “Estamos sempre envolvidos nesse tipo de atividade, e uma maior colaboração com o Exército dos EUA nos permite estar melhor preparados para apoiar nossa população”.

O evento foi encerrado com a cerimônia de assinatura formal das minutas para registrar os Diálogos de Estado-Maior e as ATAs, que representam as atividades que conduzirão cada exército em direção às metas e objetivos comuns mútuos.

“Juntos fizemos contribuições importantes e sustentáveis para a segurança regional, além de oferecermos um exemplo para as demais nações de como as parcerias bem-sucedidas entre nações com fortes democracias são formadas”, concluiu o Gen Bda Walrath.

Share