Representantes de Cuba e Noruega acompanham os guerrilheiros das FARC a Havana

Por Dialogo
outubro 11, 2012

Representantes de Cuba e Noruega, países garantidores das negociações de paz entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) e a Colômbia, acompanham os 12 membros da equipe de negociação da guerrilha, que viajam da selva colombiana a Havana para o início do diálogo do dia 15 em Oslo, informou em 9 de outubro um porta-voz da guerrilha.

“Foram como acompanhantes desta missão representantes de Cuba e Noruega como garantidores, e representantes do governo colombiano”, disse à AFP por e-mail um porta-voz das FARC, Hermes Aguilar.

Aguilar lembrou que a saída dos guerrilheiros da Colômbia ocorreu “conforme protocolos bilateralmente acordados” e foram efetuadas “três operações de extração da selva”.

“Os pontos base para essas operações foram os aeroportos das capitais de Pasto, estado de Nariño (sudoeste); Neiva, estado de Huila (centro) e o aeroporto internacional de Rio Negro, no estado de Antióquia (noroeste).

Das três operações, “duas foram conjuntas e uma independente”, informou.

Prevê-se o início dos diálogos de paz em 15 de outubro em Oslo, e que dois dias depois os representantes das FARC concedam uma entrevista coletiva.

As negociações serão posteriormente transferidas para Havana.

O processo de paz, o quarto já realizado nos últimos 30 anos pelas FARC, terá uma equipe principal de negociação com cinco membros da guerrilha e outros cinco do governo. Ao todo, cada parte poderá credenciar 30 representantes.

As FARC, fundadas em 1964, contam atualmente com aproximadamente 9.200 combatentes, e são a guerrilha mais antiga da América Latina.



Share