Polícia colombiana capturou membros de grupos guerrilheiros

Por Dialogo
agosto 23, 2012

O diretor da Polícia colombiana, General José Roberto León, comunicou em 21 de agosto a captura de vários supostos integrantes dos grupos guerrilheiros FARC e ELN, em diversas operações realizadas no final de semana no país.

Entre as capturas, o oficial destacou a de Héctor González, vulgo ‘Elías Alzate’, quem qualificou como “o maior praticante de extorsões” do bloco Oriental das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), acusado de rebelião e terrorismo.

Segundo León, são também atribuídos a esse guerrilheiro pelo menos 12 atentados contra empresas de Bogotá e Villavicencio (sul) que se negavam a pagar pelas extorsões.

O chefe de Polícia disse que além dessa detenção, as autoridades capturaram nas últimas horas, no estado de Arauca (leste), sete integrantes do Exército de Libertação Nacional (ELN), responsáveis pelo recente sequestro de uma jornalista e uma engenheira ambiental que trabalhava para uma empresa petrolífera, ambas libertadas há uma semana após 19 dias de sequestro.

No estado de Chocó (noroeste) foram detidos dez integrantes da frente 34 das FARC acusados de múltiplos homicídios, enquanto outros dois líderes desta organização rebelde foram capturados em Tolima e Arauca, explicou.

As FARC e o ELN são as principais guerrilhas da Colômbia, com 9.200 e 2.500 combatentes respectivamente, segundo números do Ministério da Defesa.



Share