Campanha Espada de Honra III do Exército Nacional Colombiano alcança importante vitória

Por Dialogo
março 03, 2015



O Batalhão de Artilharia Nº 18 "General José María Mantilla" do Exécito Nacional Colombiano apreendeu 490 quilos de maconha que supostamente pertenciam ao Exército de Libertação Nacional (ELN), no departamento de Arauca, como parte da campanha Espada de Honra III.

A maconha, com valor estimado em 50 milhões de pesos colombianos (cerca de US$ 3,35 milhões), pertenceria à Frente Domingo Laín Sáenz do ELN. Os soldados confiscaram a droga em uma casa abandonada às margens do rio Arauca no povoado de El Caracol, afirmou o Exército em seu site em 25 de fevereiro.

O Exército não informou se os soldados prenderam algum suspeito durante a apreensão de maconha.

A Espada de Honra III é uma continuação da Espada de Honra, um esforço de combate à insurgência lançado pelas Forças Armadas da Colômbia em 2012 para confrontar e derrotar grupos ilegais em todo o país. Sob essa iniciativa, os soldados combatem ataques terroristas, desmantelam minas terrestres e convencem centenas de guerrilheiros a se desmobilizar e a participar de um programa do governo que lhes oferece treinamento, para que possam integrar a força de trabalho e retornar de forma pacífica à sociedade.

O ELN, segundo maior grupo guerrilheiro do país depois das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), utiliza a renda do tráfico de drogas para financiar seus ataques terroristas.


O Batalhão de Artilharia Nº 18 "General José María Mantilla" do Exécito Nacional Colombiano apreendeu 490 quilos de maconha que supostamente pertenciam ao Exército de Libertação Nacional (ELN), no departamento de Arauca, como parte da campanha Espada de Honra III.

A maconha, com valor estimado em 50 milhões de pesos colombianos (cerca de US$ 3,35 milhões), pertenceria à Frente Domingo Laín Sáenz do ELN. Os soldados confiscaram a droga em uma casa abandonada às margens do rio Arauca no povoado de El Caracol, afirmou o Exército em seu site em 25 de fevereiro.

O Exército não informou se os soldados prenderam algum suspeito durante a apreensão de maconha.

A Espada de Honra III é uma continuação da Espada de Honra, um esforço de combate à insurgência lançado pelas Forças Armadas da Colômbia em 2012 para confrontar e derrotar grupos ilegais em todo o país. Sob essa iniciativa, os soldados combatem ataques terroristas, desmantelam minas terrestres e convencem centenas de guerrilheiros a se desmobilizar e a participar de um programa do governo que lhes oferece treinamento, para que possam integrar a força de trabalho e retornar de forma pacífica à sociedade.

O ELN, segundo maior grupo guerrilheiro do país depois das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), utiliza a renda do tráfico de drogas para financiar seus ataques terroristas.
Share