Exército da Colômbia melhora caminhos de comunidades

Colombian Army Improves Communities’ Roads

Por Yolima Dussán/Diálogo
maio 08, 2017

Até pouco tempo atrás, as 350 famílias que vivem nas comunidades Las Ánimas, Piedrahita, San Andrés, La Correa e Romazón enfrentavam dificuldades de locomoção para chegar a outras regiões do município de Donmatias, ao norte de Antioquia. Essa situação mudou graças aos militares do Batalhão de Engenheiros Nº 4 General Pedro Nel Ospina, da Quarta Brigada do Exército Nacional, que trabalharam nas vias de acesso dessas comunidades. Hoje seus habitantes podem se locomover mais facilmente para comercializar seus produtos agropecuários e os produtos de sua principal atividade econômica: a suinocultura. O município de Donmatias, com cerca de 23.000 habitantes, é o maior produtor de porcos da Colômbia. Os trabalhos para a melhoria das vias terciárias que ligam essas comunidades rurais à cidade foram concentrados na abertura de trechos, manutenção dos caminhos e adequação de sarjetas. As obras foram feitas em conjunto com a Sétima Divisão e com a participação ativa das comunidades beneficiadas. Trabalho conjunto com a comunidade Os trabalhos que a Quarta Brigada realiza nos caminhos da região de Antioquia respondem às necessidades da população, expressadas por meio das administrações locais, com as quais o Exército Nacional trabalha de forma articulada. “Esse tipo de jornada se refere ao apoio que damos de acordo com as necessidades das prefeituras, apontadas por suas juntas de ação comunitária”, informou à Diálogo o Tenente-Coronel Jhon Esteban Torres Ballén, comandante do Batalhão de Engenheiros Nº 4. “Depois de definida a necessidade, organizamos um trabalho conjunto com o objetivo de gerar soluções. Em Donmatias, fizemos a manutenção de 10 quilômetros de estradas”, acrescentou. Durante 18 dias em março, militares que prestam serviços nessa unidade do exército trabalharam com a comunidade para a manutenção das estradas existentes e para a abertura de novos trechos. “Fizemos vários trabalhos semelhantes nos municípios de Ituango e Valdivia, onde abrimos 30 km de estradas e fizemos a manutenção de outros 10 km. O benefício foi para 4.500 pessoas que vivem nessa região extremamente vulnerável, onde se faz uma gestão muito forte para conseguir substituir os cultivos de coca”, comentou o Ten Cel Torres Ballén. O Batalhão de Engenheiros, com mais de 1.200 soldados, é uma unidade tática com jurisdição em 13 municípios. Eles apoiam não apenas o desenvolvimento das comunidades com a abertura, manutenção e melhoria de estradas, incluindo a infraestrutura de suas pontes rodoviárias, mas também têm sob sua responsabilidade a atenção e a prevenção de desastres e incêndios florestais. Presença do Exército, um estímulo para a população As ações em conjunto com a comunidade têm um impacto muito grande no ânimo dos habitantes, segundo descreveu a prefeita do município de Donmatias, Marcela Peña Correa, para a Diálogo. “Geralmente, vemos o Exército como um grupo de homens que protegem nossa segurança, mas sua missão vai além disso. Articulamos um trabalho para mostrar à população que essa força é uma entidade com a qual construímos comunidade. A propósito, desde que os habitantes do município souberam que o Exército realiza esse tipo de programa, eles ficaram motivados a colaborar e a trabalhar nas jornadas. Eles têm consciência de que o benefício é para todos”, reforçou. O trabalho dos militares possibilitou o desenvolvimento de vários programas governamentais, como o “Placa Huella”, por meio do qual procuram intervir no maior número de quilômetros nas rodovias da região. “Para conseguir isso, contamos com seu acompanhamento. O Exército permite melhorar a qualidade de vida dos nossos habitantes”, comentou Peña. Fé na Colômbia A manutenção das estradas que levam a Donmatias faz parte das atividades contempladas na campanha Fe en Colombia, uma iniciativa que procura aproximar as instituições da comunidade. Seu objetivo é garantir territórios em paz e realizar atividades que aumentam o bem-estar social, com ênfase nas comunidades mais vulneráveis. A campanha contempla 18 linhas de ação com programas vinculados à criação e/ou ao fortalecimento de projetos produtivos, de infraestrutura, meio ambiente, reintegração social, prevenção do recrutamento ilegal e políticas de restituição de terras. “Sabemos que as estradas melhoram a qualidade de vida e o desenvolvimento de todas as regiões”, disse o General-de-Brigada Jorge Romero Pinzón, comandante da Quarta Brigada do Exército da Colômbia, em abril, na entrega do programa de estradas que a unidade desenvolveu na região de Antioquia. “É gratificante ver o sorriso das pessoas quando fazemos esse tipo de estrada. Evidencia-se, por onde passamos, a disposição dessas comunidades de entrar na legalidade por meio de recursos que lhes permitam transportar seus produtos, exercer sua agricultura e, sobretudo, alcançar uma qualidade de vida muito melhor para eles e para suas famílias”, disse. “Por meio desse tipo de obra, da proximidade com a comunidade e dos projetos produtivos, pouco a pouco chegamos a todos os cantos do território, a todos os locais da região de Antioquia. Através do institucionalismo, o Exército Nacional, com todas as demais instituições, quer oferecer essa capacidade a todos os agricultores da região”, acrescentou. Em Antioquia, região localizada na área noroeste da Colômbia, cerca de 100.000 habitantes das regiões de Bajo Cauca, onde estão Donmatias e Urabá, áreas com vulnerabilidade reconhecida, recebem o benefício das obras e dos programas desenvolvidos pela campanha “Fe en Colombia”.
Share