Presidentes da Colômbia e do Equador reforçam seus vínculos e o desenvolvimento da fronteira

Por Dialogo
dezembro 13, 2012


Os presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos, e do Equador, Rafael Correa, reuniram-se em 11 de dezembro na cidade de Tulcán (Equador), na fronteira, para reforçar as relações bilaterais através da assinatura de oito acordos de cooperação, além de analisar questões de segurança e defesa.

Os governantes encabeçaram a primeira reunião de seus gabinetes ministeriais na sede da Universidade Politécnica Estatal da província equatoriana de Carchi (capital Tulcán), para levar adiante planos de desenvolvimento da fronteira binacional de 720 quilômetros entre o Pacífico e a Amazônia.

Assim sendo, e na presença de Santos e Correa, que assinaram uma declaração conjunta, as duas nações subscreveram, no âmbito ministerial, convênios sobre saúde, segurança social, transportes, educação, ciência e tecnologia, além do tráfego de pessoas e veículos.

“Mantemos relações diplomáticas há 180 anos e estamos em um de nossos melhores momentos”, disse o governante colombiano no encerramento da reunião, acrescentando que o encontro, por iniciativa de seu homólogo, “é uma forma muito efetiva de aproximar os dois países”.

Santos lembrou ainda que “incentivaremos mais o comércio” equatoriano com a Colômbia e enfatizou que “estamos há 200 anos virando as costas a nossas fronteiras, e decidimos que isto é um erro que devemos reparar através da cooperação e das boas relações”.

Correa disse, por sua vez, que “este foi um dia histórico e foi um sucesso total” a reunião de Tulcán (a 150 quilômetros ao norte de Quito). Viva a Colômbia, viva o Equador!”, disse ele.

Os dois presidentes estreitam os vínculos entre seus países após a crise diplomática surgida em função de um ataque militar colombiano contra um acampamento clandestino da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) em território equatoriano, no dia 1º de março de 2008, motivo pelo qual o Equador rompeu as relações com a Colômbia.



Share