Colômbia captura o indivíduo conhecido como El Loco do grupo narcotraficante Los Flacos

Colômbia captura o indivíduo conhecido como El Loco do grupo narcotraficante Los Flacos

Por Julieta Pelcastre/Diálogo
novembro 08, 2021

Select Language

A Polícia Nacional da Colômbia (PNC) informou, no dia 11 de outubro de 2021, em Cali, estado de Valle del Cauca, a captura de Alexander Serna Giraldo, conhecido como El Loco, que tinha a capacidade para traficar para o exterior 10 toneladas de drogas, informou o Ministério da Defesa pelo Twitter.

O criminoso, capturado pelas autoridades colombianas com a ajuda dos EUA, tem pedido de extradição por um tribunal do Distrito Sul da Flórida por narcotráfico e conspiração, explicou a Polícia.

“Essa foi uma das muitas capturas da organização Los Flacos, que coordena o envio de cocaína com o Clã do Golfo”, disse o General de Exército Jorge Luis Vargas, comandante da Polícia Nacional.

O indivíduo conhecido como El Loco, um dos líderes do narcotráfico no estado de Valle del Cauca, tinha a capacidade para enviar 10 toneladas de cocaína para Guatemala, México e Estados Unidos. (Foto: Ministério da Defesa da Colômbia)

A PNC informou que El Loco administrava a logística para o armazenamento e o envio da cocaína a partir de diversas pistas de pouso, com rotas para Guatemala, México e Estados Unidos.

Na última década, segundo o portal colombiano El Espectador, a quadrilha Los Flacos se dedicava ao homicídio seletivo, narcotráfico, extorsões e empréstimos em espécie, para “lavar” seus recursos ilegais, e teve acesso ao mundo do crime pelas mãos de narcotraficantes de Valle del Cauca, no Pacífico.

A região do Pacífico é “um local cobiçado” por grupos criminosos para praticar extorsão e controlar rendimentos ilegais ou rotas do narcotráfico, ressaltou o jornal La Nueva Prensa, da Colômbia. “Os quatro estados que compõem essa rota, Valle, Cauca, Chocó e Nariño têm saída para o mar, e isso facilita a conexão com outros países.”

A prisão de El Loco se soma à captura, no dia 23 de setembro, no norte de Valle del Cauca, de Carlos Martínez Olaya, conhecido como El Niche, chefe de Los Coflas, um subgrupo de Los Flacos, responsável por vários assassinatos, informou a RCN Radio, da Colômbia.

Share