Chile Protege Fronteira Ao Norte

Por Dialogo
janeiro 01, 2012




Embora o Chile não seja considerado um grande produtor de narcóticos ilegais,
é um importante país de trânsito para carregamento de cocaína andina que parte em
direção à Europa e aos Estados Unidos, segundo o Relatório de Estratégia de Controle
Internacional de Narcóticos de 2011, do Departamento de Estado dos EUA.
A nação sul-americana prevê medidas para impedir a entrada e saída de drogas
e o contrabando em seus portos e fronteiras. Em outubro de 2011, o ministro da
Defesa Nacional, Andrés Allamand, e o ministro do Interior e da Segurança Pública,
Rodrigo Hinzpeter, lideraram o lançamento da iniciativa Plano da Fronteira Norte que
visa a combater o crime organizado nas regiões de Arica, Parinacota, Tarapacá e
Antofagasta.
A implementação do plano irá incluir a aquisição de radares terrestres fixos,
de uma unidade Coast Watcher, bem como de detectores de infra-vermelho e de sistemas
de comando e controle, que custam mais de US$ 5 bilhões (cerca de R$ 9 bilhões).
Fontes: Ministério da Defesa do Chile, Departamento de Estado dos
EUA

Share