• Home »
  • Uncategory »
  • Brazilian Receives Unprecedented Nomination for U.S. Coast Guard Athlete of the Year

Brasileiro recebe inédita indicação a atleta do ano da Guarda Costeira dos EUA

Brazilian Receives Unprecedented Nomination for U.S. Coast Guard Athlete of the Year

Por Dialogo
junho 20, 2011


Único representante da Guarda Costeira dos Estados Unidos inscrito nos 5º Jogos Mundiais Militares do CISM, que acontecem de 16 a 24 de julho, no Rio de Janeiro, o Suboficial Tiago Gonçalves foi indicado para atleta do ano da Guarda Costeira americana. A cerimônia de entrega da premiação para a escolha do atleta do ano será realizada em dezembro, em Washington DC.

“São indicados três oficiais e um recebe a condecoração. Nunca nenhum brasileiro foi indicado a esse prêmio”, afirmou o Suboficial. “Tenho grande chance de receber a premiação, principalmente porque fui indicado pelos oficiais do quartel general em Washington DC, o que raramente acontece”, explicou orgulhoso.

Técnico em ciências marítimas, o suboficial de 29 anos nasceu no Rio de Janeiro e começou a praticar judô aos 4 anos. Depois de participar de inúmeras competições estaduais e nacionais no Brasil, ele deu uma pausa para se dedicar aos estudos no ano 2000, então com 19 anos. Agora, o suboficial é só felicidade com a possibilidade de reencontrar toda a família em julho.

“Participar de um evento Mundial desse nível é um sonho para qualquer atleta, ainda mais na minha cidade-natal. Toda minha família, amigos e mestres que me guiaram nesse caminho, como o shihan Oswaldo Simões e o shihan Ricardo Ruffoni, vivem aqui no Rio de Janeiro. Não acho que exista lugar melhor para eventos mundiais desse porte”, disse Tiago, que visitou a Cidade Maravilhosa pela última vez em maio de 2010.

Técnico em ciências marítimas da Guarda Costeira dos Estados Unidos, o Suboficial Tiago Gonçalves será o único representante da corporação nos 5º Jogos Mundiais Militares do CISM. O atleta de 29 anos nasceu no Rio de Janeiro e integra a Marinha americana desde 2009.

Faixa preta de judô, jiu-jítsu, karatê e ex-lutador de MMA (Mixed Martial Arts ou vale tudo), o suboficial foi morar nos EUA para estudar e sequer pensava em se tornar militar. Hoje, ele mora em Galveston, Houston, e é o orgulho da Guarda Costeira americana.

“As Forças Armadas dos EUA se dividem em cinco, sendo três da Marinha (US Coast Guard, Marine Corps e Navy), o Exército (Army) e a Aeronáutica (Air Force). Os atletas foram selecionados entre todas as forças. E eu sou o único da Guarda Costeira”, afirmou, lembrando que um repórter especial da corporação vai acompanhá-lo até o fim dos Jogos da Paz. “Ele disse que vai ser a minha sombra”.



Share