Bolívia, Brasil e Peru planejam acordo antinarcóticos

Bolivia, Brazil, Peru Plan Counter-Narcotics Agreement

Por Dialogo
novembro 14, 2012


Representantes da Bolívia, do Brasil e do Peru se reuniram em 14 de novembro, em Lima, para elaborar uma estratégia conjunta contra o narcotráfico, informou o embaixador brasileiro em La Paz, Marcel Biato, entrevistado em 11 de novembro pela imprensa local.

As autoridades antidrogas dos três países mantém reuniões paralelas, aproveitando a conferência de alto nível sobre Desenvolvimento Alternativo, realizada na capital peruana entre os dias 14 e 16 de novembro, durante a qual se fará um intercâmbio de experiências e troca de conhecimentos sobre o tema.

“Paralelamente (a este encontro) os ministros de Governo da Bolívia e os ministros da Justiça do Brasil e do Peru se reúnem para discutir uma estratégia trilateral”, disse Biato ao jornal Los Tiempos.

A partir do acordo, “teremos a base do que poderá ser uma plataforma no âmbito da Unasul, um conselho antidrogas, e será uma oportunidade para se criar um projeto de agenda que poderá se ampliar”, acrescentou Biato.

O eventual acordo para o combate às drogas poderá basear-se em linhas de cooperação “como a capacitação de policiais, inteligência no controle de ilícitos na zona de fronteiras”, além de “uma colaboração técnica da Força Aérea Brasileira”, declarou o diplomata brasileiro.

O Brasil entregou à Bolívia, em outubro, dois helicópteros de fabricação norte-americana do tipo H-1H, de um total de quatro que serão doados para a luta contra o narcotráfico.

As aeronaves apoiam principalmente o monitoramento dos cultivos de coca, que ocupam cerca de 27 mil hectares, segundo dados das Nações Unidas.

A Bolívia apreendeu no ano passado 29 toneladas de cocaína, droga traficada principalmente para o Brasil (60 por cento), Argentina (20 por cento) e Chile (20 por cento).



Share