Além do Horizonte conduz próxima geração de salvadorenhos a uma nova era

Beyond the Horizon Ushers in New Era for Next Generation of Salvadorans

Por Dialogo
maio 05, 2015




Duas pás de cascalho e terra representaram o início cerimonial de um projeto humanitário de três meses envolvendo seis países e quase 2.000 militares e membros de organizações não governamentais em El Salvador.


Além do Horizonte (BTH, do inglês “Beyond the Horizon”) – El Salvador 2015 é um exercício liderado pelo Exército Sul dos EUA, conjuntamente com o Comando Sul dos EUA e o governo de El Salvador, levando engenheiros das Forças Armadas e profissionais médicos dos EUA a El Salvador para treinamento e fornecimento de serviços humanitários. O objetivo do projeto é levar ajuda cívica e apoio médico e de engenharia para demonstrar o apoio e compromisso dos EUA com El Salvador.

Esses projetos serão realizados trabalhando de perto com diversos organismos governamentais e não governamentais para fornecer apoio médico e de engenharia à população local e receber valioso treinamento.

“Além do Horizonte é uma peça fundamental nos nossos esforços para melhorar as relações entre as nações parceiras na região e para fornecer aos membros na ativa de todos as forças participantes a oportunidade única de receber valioso treinamento e ao mesmo tempo satisfazer importantes necessidades básicas da população de El Salvador”, afirmou o Coronel Greg Maxton, vice comandante de operações do Exército Sul dos EUA.

Durante a cerimônia de início, a embaixadora dos EUA em El Salvador Mari Carmen Aponte juntou-se ao ministro da Defesa salvadorenho, General de Brigada David Munguía Payés, e a diversos outros destacados representantes dos EUA e de El Salvador na reafirmação da responsabilidade cívica de cada país com a região.

“Estamos entusiasmados de ter a presença das Forças Armadas americanas aqui. Realmente reforça e fortalece as relações entre El Salvador e os Estados Unidos”, afirmou Aponte. “Sempre houve uma excelente relação das Forças Armadas entre si e este exercício apenas aprofunda isso.”

Nos próximos três meses, os engenheiros do BTH 2015 – El Salvador construirão cinco escolas e uma clínica médica nas áreas de Sitio del Niño, San Juan Opico, Chalchuapa e Quezaltepeque, El Salvador.

“Este exercício tem enorme impacto para as crianças da região”, afirmou o ministro Munguía Payés. “Ao construir novas escolas, esta missão aumentará a quantidade de crianças que as escolas podem atender. Isso permitirá que as crianças se concentrem mais e tenham a oportunidade de um ensino melhor.”

Além disso, o pessoal médico do BTH realizará exercícios de treinamento em prontidão médica (MEDRETE, do inglês “medical readness training exercise”) em El Paste, Santa Lucía, Joya del Cerén e Nejepa, El Salvador. Espera-se que cada MEDRETE atenda de 600 a 800 pacientes por dia e dure dez dias. No total, espera-se que os MEDRETE forneçam atendimento médico básico incluindo medicina geral, atendimento dentário e medicina preventiva a quase 24 mil salvadorenhos durante o exercício.

Conforme requisitado pelo governo salvadorenho, o Exército Sul e os planejadores do BTH trabalharam conjuntamente com os Ministérios de Saúde e Educação de El Salvador na identificação de áreas do país que necessitam ajuda com saúde pública, medicina preventiva, atendimento dentário, educação médica e nutricional e imunizações básicas.

“A saúde e a educação são componentes vitais para a melhoria da vida da população", afirmou o Coronel Maxton. “Através de uma série de exercícios de treinamento em prontidão médica projetados para melhorar a saúde e a realização dos nossos projetos de engenharia para a construção e melhoria de clínicas e escolas, demonstramos que as nações participantes deste excelente exercício estão investindo no futuro deste país.”

Além de fornecer assistência às áreas selecionadas, outro foco principal do BTH é proporcionar aos membros na ativa participantes a oportunidade de realizar treinamento em ambientes austeros e ganhar experiência de trabalhar juntamente com as forças armadas de diversos países.

Este ano, os EUA e El Salvador farão parceria com especialistas em saúde e engenharia do Brasil, Canadá, Chile e Colômbia para proporcionar aos participantes de cada país a oportunidade de aprender e também de ensinar aos outros.

“É realmente uma oportunidade excelente para os soldados de todos os países de trabalhar lado a lado e fazer coisas excelentes para a região", afirmou o ministro Munguía Payés.



Duas pás de cascalho e terra representaram o início cerimonial de um projeto humanitário de três meses envolvendo seis países e quase 2.000 militares e membros de organizações não governamentais em El Salvador.


Além do Horizonte (BTH, do inglês “Beyond the Horizon”) – El Salvador 2015 é um exercício liderado pelo Exército Sul dos EUA, conjuntamente com o Comando Sul dos EUA e o governo de El Salvador, levando engenheiros das Forças Armadas e profissionais médicos dos EUA a El Salvador para treinamento e fornecimento de serviços humanitários. O objetivo do projeto é levar ajuda cívica e apoio médico e de engenharia para demonstrar o apoio e compromisso dos EUA com El Salvador.

Esses projetos serão realizados trabalhando de perto com diversos organismos governamentais e não governamentais para fornecer apoio médico e de engenharia à população local e receber valioso treinamento.

“Além do Horizonte é uma peça fundamental nos nossos esforços para melhorar as relações entre as nações parceiras na região e para fornecer aos membros na ativa de todos as forças participantes a oportunidade única de receber valioso treinamento e ao mesmo tempo satisfazer importantes necessidades básicas da população de El Salvador”, afirmou o Coronel Greg Maxton, vice comandante de operações do Exército Sul dos EUA.

Durante a cerimônia de início, a embaixadora dos EUA em El Salvador Mari Carmen Aponte juntou-se ao ministro da Defesa salvadorenho, General de Brigada David Munguía Payés, e a diversos outros destacados representantes dos EUA e de El Salvador na reafirmação da responsabilidade cívica de cada país com a região.

“Estamos entusiasmados de ter a presença das Forças Armadas americanas aqui. Realmente reforça e fortalece as relações entre El Salvador e os Estados Unidos”, afirmou Aponte. “Sempre houve uma excelente relação das Forças Armadas entre si e este exercício apenas aprofunda isso.”

Nos próximos três meses, os engenheiros do BTH 2015 – El Salvador construirão cinco escolas e uma clínica médica nas áreas de Sitio del Niño, San Juan Opico, Chalchuapa e Quezaltepeque, El Salvador.

“Este exercício tem enorme impacto para as crianças da região”, afirmou o ministro Munguía Payés. “Ao construir novas escolas, esta missão aumentará a quantidade de crianças que as escolas podem atender. Isso permitirá que as crianças se concentrem mais e tenham a oportunidade de um ensino melhor.”

Além disso, o pessoal médico do BTH realizará exercícios de treinamento em prontidão médica (MEDRETE, do inglês “medical readness training exercise”) em El Paste, Santa Lucía, Joya del Cerén e Nejepa, El Salvador. Espera-se que cada MEDRETE atenda de 600 a 800 pacientes por dia e dure dez dias. No total, espera-se que os MEDRETE forneçam atendimento médico básico incluindo medicina geral, atendimento dentário e medicina preventiva a quase 24 mil salvadorenhos durante o exercício.

Conforme requisitado pelo governo salvadorenho, o Exército Sul e os planejadores do BTH trabalharam conjuntamente com os Ministérios de Saúde e Educação de El Salvador na identificação de áreas do país que necessitam ajuda com saúde pública, medicina preventiva, atendimento dentário, educação médica e nutricional e imunizações básicas.

“A saúde e a educação são componentes vitais para a melhoria da vida da população", afirmou o Coronel Maxton. “Através de uma série de exercícios de treinamento em prontidão médica projetados para melhorar a saúde e a realização dos nossos projetos de engenharia para a construção e melhoria de clínicas e escolas, demonstramos que as nações participantes deste excelente exercício estão investindo no futuro deste país.”

Além de fornecer assistência às áreas selecionadas, outro foco principal do BTH é proporcionar aos membros na ativa participantes a oportunidade de realizar treinamento em ambientes austeros e ganhar experiência de trabalhar juntamente com as forças armadas de diversos países.

Este ano, os EUA e El Salvador farão parceria com especialistas em saúde e engenharia do Brasil, Canadá, Chile e Colômbia para proporcionar aos participantes de cada país a oportunidade de aprender e também de ensinar aos outros.

“É realmente uma oportunidade excelente para os soldados de todos os países de trabalhar lado a lado e fazer coisas excelentes para a região", afirmou o ministro Munguía Payés.
Share