Aeronaves dos Estados Unidos participam de exercício operacional no Brasil

Aeronaves dos Estados Unidos participam de exercício operacional no Brasil

Por Taciana Moury/Diálogo
setembro 30, 2021

Militares da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF, em inglês) estiveram no Brasil para participar do Exercício Conjunto (EXCON) Tápio 2021, realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB). A atividade, que simulou um cenário de guerra, foi realizada a partir da Base Aérea de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, de 16 de agosto a 3 de setembro de 2021.

A quarta edição do EXCON Tápio teve como destaque a interoperabilidade entre as forças armadas participantes e as missões compartilhadas com aeronaves e militares da USAF. Os militares norte-americanos e dois helicópteros HH-60 Pave Hawk desembarcaram na Base Aérea de Campo Grande, no dia 21 de agosto de 2021.

O exercício foi uma oportunidade para o intercâmbio de experiências e desenvolvimento doutrinário, segundo um comunicado da FAB. “A atividade contribuiu para possíveis participações do país em missões previstas nos acordos de paz da Organização das Nações Unidas”, disse o comunicado.

A interoperabilidade entre os militares brasileiros e norte-americanos foi testada durante a simulação de uma evacuação aeromédica de feridos em terreno hostil. (Foto: Força Aérea Brasileira)

Uma das missões realizadas durante o treinamento foi a de Evacuação por Acidentes, onde foram colocados em prática técnicas de Evacuação Aeromédica. A atividade consiste na remoção inicial dos feridos do local da ocorrência para outro onde possam receber os cuidados médicos iniciais.

No exercício, os HH-60 Pave Hawk da USAF transportaram equipes compostas por militares norte-americanos e brasileiros responsáveis por realizar o resgate dos militares gravemente feridos, de acordo com a simulação, sob a presença de paramilitares hostis.

O EXCON Tápio 2021, realizado pela Força Aérea Brasileira, empregou cerca de 30 aeronaves que realizaram mais de 800 horas de voo. (Foto: Força Aérea Brasileira)

A Brigadeiro Denise M. Donnell, comandante da 105ª Ala de Transporte Aéreo da Base Nacional Aérea de Stewart, representando a USAF durante o EXCON Tápio, ressaltou a importância do exercício: “Integramo-nos como uma equipe, aprendemos uns com os outros e tivemos uma frutífera troca de informações e expertise para fortalecer as duas equipes e, mais uma vez, construir essas relações entre Brasil e Estados Unidos”.

EXCON Tápio 2021

Segundo informações da FAB, na quarta edição do EXCON Tápio foram empregadas cerca de 30 aeronaves que realizaram mais de 800 horas de voo. Participaram das atividades 16 esquadrões e unidades de Infantaria, e mais de 900 militares. “O treinamento simulou um cenário de guerra irregular, com a composição de forças-tarefas e alertas focados na Busca e Salvamento em Combate”, disse a nota da FAB.

O Brigadeiro do Ar Clauco Fernando Vieira Rossetto, diretor do exercício e comandante da Base Aérea de Campo Grande, salientou a interoperabilidade entre as três forças armadas e a USAF como um dos grandes desafios do EXCON Tápio 2021. “O resultado final foi positivo no sentido de conhecermos novas técnicas, táticas e procedimentos dentro da máxima operacionalidade e segurança”, declarou no site da FAB.

Share