Arrow left
Arrow right

2009-10-13

13 de outubro — Resumo das notícias da América Central e do Caribe

CIDADE DO MÉXICO, México — Congresso apoia liberdade de imprensa: Com o objetivo de proteger o trabalho da imprensa, os senadores mexicanos apresentaram um projeto de lei que qualifica como crime federal qualquer ataque contra a liberdade de expressão e condena os infratores a até cinco anos de prisão. O México é um dos países com maior número de casos de violência contra jornalistas. Desde 2000, 49 repórteres foram assassinados. Organizações como a Comissão Nacional de Direitos Humanos denunciaram que o Estado, até agora, atuou "precariamente e sem compromisso" na defesa do trabalho jornalístico.

[Excélsior, El Universal]

SAN SALVADOR, El Salvador — Feira turística gera oportunidades de negócios: A 6ª edição da feira de turismo mais importante da região da América Central, a Centroamérica Travel Market (CATM), resultou em 800 oportunidades de negócios para as mais de 140 operadoras internacionais e 168 empresas turísticas centro-americanas que participaram do evento. A região recebeu mais de oito milhões de visitantes em 2008, o que gerou uma receita de US$ 7,3 milhões, representando um aumento de 6% em relação a 2007. A próxima edição, em 2010, acontecerá na Guatemala.

[La Prensa Libre, elsalvador.com, EFE]

SAN JOSÉ, Costa Rica — Atividade econômica apresenta melhora: O índice costarriquenho que mede a atividade econômica registrou um leve aumento mensal de 0,4% em agosto. Mesmo com o saldo negativo de 1% em relação a agosto de 2008, a medição revela um retorno ao crescimento e o fim da recessão. Os setores que impulsionaram o pequeno aumento foram agropecuária, indústria de transformação, construção civil, comércio e a hotelaria. A indústria de serviços mantém uma tendência de crescimento há oito meses.

[La Prensa Libre, Nacion.com]

SANTO DOMINGO, República Dominicana — Dengue se alastra pelo país: As províncias dominicanas de Santiago, Espaillat e Puerto Plata, no norte do país, registraram aproximadamente 900 casos de dengue nos últimos 45 dias. Cinco casos de dengue hemorrágica foram fatais em Santiago de los Caballeros. O vice-ministro da Saúde Coletiva, Nelson Rodríguez, anunciou que o número de mortes no país é de 17, de um total de 2.824 casos da doença. Ele disse ainda que 179 dos casos correspondem à dengue hemorrágica, a versão mais grave e que pode levar à morte.

[Hoy, EFE]

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.