2009-07-08

8 de julho ― Resumo das notícias da América Central e do Caribe

Karla Montaner

CIDADE DA GUATEMALA, Guatemala ― América Central fortalece cooperação migratória: Com o objetivo de estabelecer uma rede de proteção consular para imigrantes e combater o tráfico ilícito de pessoas, os representantes dos governos da América Central, da República Dominicana, dos Estados Unidos, do México e do Canadá deram início em 6 de julho à 14ª Conferência Regional sobre Migração e Desenvolvimento (CRM), cuja presidência temporária é exercida pela Guatemala. Durante a reunião de cinco dias, os representantes também avaliarão o progresso do acordo assinado em 2006 por México, El Salvador, Guatemala, Honduras e Nicarágua para oferecer assistência humanitária e repatriar, de maneira voluntária e segura, os imigrantes sem documentos que se encontram em situação de alta vulnerabilidade.

[Prensa Latina, AFP, EFE]

CIDADE DO MÉXICO, México ― Órgão virtual de saúde pública é criado para atender a região: Acadêmicos e pesquisadores de diversos grupos educativos e de saúde de Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Belize, República Dominicana, Colômbia, Panamá, Honduras, Nicarágua e México integram o novo Instituto Mesoamericano de Saúde Pública, criado para trocar informações eletrônicas sobre saúde materna e infantil, desnutrição, doenças transmitidas por mosquitos (dengue e malária) e vacinação. O Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP) do México fornecerá a tecnologia necessária para coordenar o trabalho entre as instituições centro-americanas, que por sua vez receberão apoio econômico das fundações Bill e Melinda Gates, Carlos Slim e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

[Notimex, EFE, El Financiero]

SAN JOSÉ, Costa Rica ― Qualidade de vida é medida na América Central e no Caribe: Segundo o estudo Happy Planet, elaborado pela organização britânica The New Economics Foundation junto a 143 países, a Costa Rica e a República Dominicana são os melhores lugares para se viver por causa do equilíbrio das práticas ecológicas e do aproveitamento dos recursos naturais. Além disso, de acordo com as variáveis analisadas, a média da expectativa de vida dos habitantes está entre as mais altas (78 e 80 anos de idade) e com a situação de bem-estar eles se dizem muito satisfeitos e felizes com seu estilo de vida.

[La Nación, Reuters, AFP]

MANÁGUA, Nicarágua ― Veredito sobre disputa entre Costa Rica e Nicarágua será divulgado: O presidente do Tribunal Internacional de Justiça, o juiz Hisashi Owada, proferirá sentença em 13 de julho da disputa entre Costa Rica e Nicarágua sobre os direitos de livre navegação no rio San Juan. A chancelaria nicaraguense informou que o principal órgão judicial das Nações Unidas, com sede em Haia, convocou as partes envolvidas para divulgar a decisão sobre o caso apresentado pela Costa Rica em setembro de 2005, depois que o exército da Nicarágua impediu a navegação de policiais costarriquenhos armados pelo rio que faz fronteira entre os dois países.

[Xinhua, AFP, El Nuevo Diario]

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.