2009-02-23

23 de fevereiro ― Resumo das notícias da América do Sul

Santiago Meza

BOGOTÁ, Colômbia ― Vice-chefe da Inteligência colombiana renuncia após escândalo: O capitão Jorge Alberto Lagos, vice-diretor do Serviço de Inteligência da Colômbia, renunciou em 22 de fevereiro após um escândalo de escutas telefônicas que envolveram políticos, juízes e jornalistas. Felipe Muñoz, diretor da Agência Estadual de Segurança (DAS), anunciou que o oficial havia se demitido voluntariamente como medida administrativa. Ele renunciou depois que os procuradores estaduais colombianos fizeram uma busca nos escritórios da DAS em Bogotá em consequência das escutas telefônicas ilegais denunciadas na revista Semanal.

[Revista Semanal, El Tiempo, Caracol Radio]

QUITO, Equador ― Ex-ministro equatoriano chama FARC de organização criminosa: Em 22 de fevereiro, Gustavo Larrea, ex-ministro de Segurança do Equador, chamou as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) de uma organização criminosa e guerrilheira, que às vezes recorre ao terrorismo. Larrea também admitiu que chegou a conhecer o líder das FARC Raúl Reyes, mas por motivos de segurança o encontro nunca foi divulgado antes. Os detalhes da reunião para a negociação sobre os reféns só foram divulgados quando o presidente equatoriano Rafael Correa autorizou o anúncio público. Ele disse ainda que, assim como o governo anterior, o Estado nunca chamou as FARC de terrorista.

[Ecuavisa, La Opinión, La Nación]

LIMA, Peru ― Tratado de Livre Comércio entre Peru e Chile entra em vigor em março: Em 22 de fevereiro, o ministro peruano do Comércio Exterior anunciou que o Tratado de Livre Comércio entre Peru e Chile entraria em vigor em 1º de março, conforme publicado no Diário Oficial do Peru. A resolução, assinada pelo presidente peruano Alan García e a ministra de Comércio e Turismo, Mercedes Aráoz, afirmaram que o texto integral do acordo comercial seria publicado no site do Ministério.

[Diario oficial El Peruano, El Comercio]

RIO DE JANEIRO, Brasil ― Carnaval do Rio encanta o presidente Lula e o povo brasileiro: Na madrugada de 23 de fevereiro, sob o olhar atento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, as escolas de samba do Rio concluíram o primeiro dia dos desfiles espetaculares que são o destaque do carnaval brasileiro. Em sua primeira visita ao sambódromo desde que assumiu o governo em janeiro de 2003, o presidente disse que o desfile foi maravilhoso. Ao lado da esposa Marisa e vestindo camisa branca e chapéu de palha, Lula foi recebido este ano na festa mais famosa do mundo sem nenhum incidente e em meio a sorriso e alegria. Doze escolas de samba participaram da competição, de olho no título de campeã.

[Reuters, O Globo]

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.