Arrow left
Arrow right

Este texto foi transferido. Por favor, leia a nova versão aqui.

2012-03-29

Panamá destrói acampamentos das FARC na fronteira

BOGOTÁ, Colômbia – Forças de segurança panamenhas destruíram dois acampamentos pertencentes à 57ª Frente das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) em uma região fronteiriça com a Colômbia, confirmaram em uma entrevista coletiva conjunta em 28 de março os ministros da Defesa da Colômbia, Juan Carlos Pinzón, e do Panamá, José Raúl Mulino.

Autoridades colombianas deram apoio de inteligência à operação, contou Mulino. Os acampamentos, do lado panamenho, podiam abrigar até 32 guerrilheiros.

Mulino estava em Bogotá para assinar um acordo que permitirá às autoridades colombianas fornecer inteligência para apoiar interdições no espaço aéreo panamenho. Os ministros concordaram ainda em reforçar a estratégia conjunta de combate ao narcotráfico.

Na reunião, Pinzón e Mulino concordaram em “fortalecer a coordenação bilateral de troca de inteligência ligando os bancos de dados dos dois países para aprimorar a luta contra organizações criminosas [nos] dois lados da fronteira”.

“Precisamos incorporar, em todas as nossas estratégias, aquelas cidades marginais de fronteira e inseri-las na vida produtiva de nossas nações, neutralizando, assim, qualquer impulso de colaboração com grupos terroristas e narcotraficantes”, ressaltou Mulino.

[AFP, 28/03/2012; Mindefensa.gov.co (Colômbia), 28/03/2012]

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.