2010-10-20

Chile: Presidente do Banco Central não intervirá no peso

SANTIAGO, Chile – O presidente do Banco Central chileno, José De Gregorio, disse que sua instituição não fará nenhuma intervenção para desvalorizar o peso chileno, que se transformou na moeda de melhor desempenho na América Latina nos últimos três meses.

De Gregorio disse ainda que o Banco Central não decidiu se vai ajustar a taxa de câmbio, mas continuará de olho no desempenho do peso no mercado financeiro.

O peso se valorizou 9,4% em relação ao dólar nos últimos três meses – a maior apreciação entre todas as moedas da América Latina analisadas pela Bloomberg.

A última vez que o Banco Central chileno interveio no peso foi em 2008, quando comprou US$ 5,8 bilhões (R$ 9,7 bilhões) em leilões diários de US$ 50 milhões (R$ 84 milhões), segundo a Bloomberg.

"É um fenômeno global", afirmou De Gregorio. "Você pode aplicar ou não aplicar medidas. Nossa decisão é que não seria prudente intervir no momento."

[Latercera.com (Chile), 19/10/2010; Americaeconomia.com (Chile), 19/10/2010; Bloomberg (Chile), 19/10/2010]

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.