Arrow left
Arrow right

2010-10-04

Chile: Presidente Sebastián Piñera vai reduzir gastos

SANTIAGO, Chile – O presidente Sebastián Piñera afirmou que vai reduzir o crescimento dos gastos em mais de dois pontos em 2011, em um esforço para diminuir o déficit e evitar que a moeda mais forte da América Latina nos últimos 90 dias fique ainda mais cara. Sebastián Piñera apresentou ao Congresso seu orçamento para 2011, que propõe US$ 53,4 bilhões (R$ 89,7 bilhões) em gastos – um aumento de 5,5% considerando-se a inflação. Os gastos do governo devem aumentar 7,8% em 2010, após um aumento de mais de 18% em 2009, informou o ministro das Finanças, Felipe Larraín. O governo havia previsto um crescimento estimado em 9% nos gastos em 2010. “Este é um orçamento responsável, que protege as principais variáveis econômicas que afetam as vidas dos chilenos, como a taxa de câmbio, a taxa de juros e a inflação”, afirmou Larraín em discurso transmitido para todo o país. “Ele também nos coloca no caminho de volta a um equilíbrio fiscal estrutural”. [Latercera.com (Chile), 10/030/2010; Americaeconomia.com (Chile), 10/03/2010; Bloomberg (Chile), 10/01/2010]

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.