2012-01-06

José Pekerman é o novo técnico da seleção colombiana

A Federação Colombiana de Futebol contratou José Pekerman para comandar a seleção nacional, depois de demitir Leonel Álvarez no mês passado. Pekerman treinou a Argentina na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006. (Henry Romero/Reuters)

A Federação Colombiana de Futebol contratou José Pekerman para comandar a seleção nacional, depois de demitir Leonel Álvarez no mês passado. Pekerman treinou a Argentina na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006. (Henry Romero/Reuters)

Por Dave Carey para Infosurhoy.com — 06/01/2012

BOGOTÁ, Colômbia – Parece que finalmente a Colômbia encontrou o homem certo.

A federação de futebol do país chegou a um acordo com o ex-técnico da Argentina, José Pekerman, em 5 de janeiro, para treinar sua seleção.

Pekerman, de 62 anos, que comandou a seleção argentina de 2006 na Copa do Mundo da Alemanha, se reuniu com o comitê executivo no início da semana, mas ponderou antes de decidir por substituir Leonel Álvarez, demitido em dezembro após quatro meses no cargo.

“Esperamos para as próximas horas a assinatura definitiva do contrato para que ele comande o time que participará das eliminatórias do Mundial da FIFA de 2014, no Brasil”, declarou em nota o comitê executivo da Federação Colombiana de Futebol (FCF).

O presidente da FCF, Luis Bedoya, teria preferência pelo ex-técnico paraguaio Gerardo Martino, que optou pelo lendário clube argentino Newell’s Old Boys. Pekerman ficou famoso pelo seu trabalho no desenvolvimento de jogadores, depois de levar a seleção Sub-20 da Argentina a três campeonatos mundiais da categoria e dois títulos sul-americanos.

Bedoya estava em busca de um substituto para Álvarez desde o início medíocre nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Os Cafeteros venceram a inexpressiva Bolívia por 2x1 e empataram em 1x1 contra a Venezuela, antes de perderem para a Argentina por 2x1. A Colômbia não participa de Copas do Mundo desde 1998.

“Ele é um grande técnico e seria ótimo para a federação colombiana poder contar com seus serviços”, disse o empresário de Pekerman, Pascual Lezcano, aos jornalistas.

Ronaldo pega dengue

Ronaldo pegou dengue. O lendário atacante, que se aposentou no ano passado, postou uma foto sua no Twitter enquanto recebia tratamento médico.

O ex-atleta de 35 anos, que esteve recentemente em Trancoso, Bahia, sustentou que sua saúde está boa, apesar de sofrer de uma doença cujos sintomas incluem febre, dor de cabeça, erupções e dor nas juntas. A dengue, que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, pode ser fatal em alguns casos.

“Bom dia para vc q começou o ano com Dengue!”, tuitou o ex-craque. “Obrigado pelo carinho. Já estou em recuperação. Agora é repousar para estar bem logo.”

Ronaldo, que foi atormentado por problemas de peso e contusões no fim da carreira, é o maior artilheiro em Copas do Mundo, com 15 gols, após uma passagem brilhante pela Seleção de 1994 a 2011.

Mas, desde que pendurou as chuteiras em fevereiro último, o ex-atacante busca se tornar um empresário. O bi-campeão mundial passou o ano de 2011 estabelecendo contatos profissionais no país e no cenário esportivo.

Ronaldo detém 45% das ações da agência esportiva 9ine, no Brasil.

“Lógico que ainda tenho muito a aprender no mundo dos negócios e marketing”, disse aos jornalistas. “Mas estou trabalhando duro, participando das atividades diárias da agência, ajudando no processo de tomada de decisão e me reunindo com clientes existentes e em potencial.”

Transferência de Vágner Love deve demorar

Vágner Love quer estrelar no Flamengo.

O atacante do CSKA Moscou, conhecido pelas suas tranças coloridas e esvoaçantes e estilo de jogo dinâmico, concordou em mudar para a potência brasileira na janela de transferência deste mês e agora depende do time europeu aprovar a mudança.

Recentemente, os russos rejeitaram a proposta do clube carioca de € 6,1 milhões (R$ 14,3 milhões), a serem pagos em prestações pelos próximos cinco anos.

“Esse número é obviamente inferior ao valor do jogador, mas nossa diretoria quer atender seu pedido, levando em conta tudo o que ele fez pelo time”, declarou o porta-voz do CSKA, Sergei Aksenov, à AFP.

Dirigentes do clube afirmam que não aceitam propostas inferiores a € 10 milhões (R$ 23,5 milhões).

Love aceitou uma transferência voluntária para o Brasil e tenta desesperadamente cruzar o Atlântico para garantir uma vaga de titular no time pelo qual marcou quatro gols em cinco jogos na temporada de 2010.

“Estou pronto para perdê-lo – Vágner já pode sair do CSKA”, disse o técnico Leonid Slutsky aos jornalistas. “Mas também trabalhamos com a hipótese de ele ficar e ajudar o time. Esperamos concluir as negociações em breve.”

O atacante de 27 anos marcou 78 gols em 157 partidas pelo CSKA Moscou e foi convocado 21 vezes para a Seleção.

“Tenho um imenso desejo de voltar ao Brasil”, confessou Love aos jornalistas. “Espero que isso aconteça e que eu volte para fazer o que mais gosto na vida, que é jogar futebol.”

Pareja é contratado pelo Colorado Rapids, da liga americana de futebol

Óscar Pareja está levando o estilo colombiano para o time do Colorado.

O nativo de Medellín foi apresentado como técnico do Colorado Rapids, da Liga Americana de Futebol (MLS), esta semana e deve trazer bons fluidos ao famoso time muito em breve. Pareja, que jogou pelo FC Dallas de 1998 a 2005, foi assistente do clube depois de se aposentar e, mais recentemente, trabalhou como técnico do time reserva e diretor acadêmico.

“Estamos empolgados em receber Óscar no clube”, disse em nota o presidente do Colorado, Tim Hinchey. “Ele foi um atacante empolgante, que também ganhou muito respeito como técnico. Suas conquistas nos times juvenil e adulto mostram que ele pode obter sucesso em curto prazo, enquanto constrói o futuro. É um momento empolgante para o futuro do Rapids.”

O Colorado, campeão da Copa MLS de 2010, demitiu o ex-técnico Gary Smith depois de um fraco desempenho na temporada passada. Pareja, 43 anos, será o 13º ex-jogador entre os 19 técnicos da Liga Americana de Futebol.

“Durante 12 anos, Óscar Pereja representou o FC Dallas com a mais alta classe e profissionalismo. Sinceramente agradecemos sua contribuição para nosso clube, torcedores e a comunidade futebolística do norte do Texas”, disse aos jornalistas o presidente do FC Dallas, Clark Hunt. “Sei que ele fará um trabalho excelente em seu novo cargo no Rapids e desejamos a Oscar, Sandra e sua família o melhor no Colorado.”

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.