Arrow left
Arrow right

2010-05-11

Roque Santa Cruz: ‘Esse é provavelmente o melhor time da história do Paraguai’

O atrevido paraguaio Roque Santa Cruz já marcou 21 gols pela seleção.
					(Norberto Duarte/AFP/Getty Images)

O atrevido paraguaio Roque Santa Cruz já marcou 21 gols pela seleção. (Norberto Duarte/AFP/Getty Images)

Por Dave Carey para Infosurhoy.com —11/05/2010

WASHINGTON, D.C., Estados Unidos – Roque Santa Cruz não se acanha ao dizer quão bom o Paraguai pode ser na Copa do Mundo.

“Essa é provavelmente a melhor seleção da história do Paraguai”, disse o atacante ao site FIFA.com. “Temos a esperança de ir além da 16º rodada pela primeira vez.”

E, se o Paraguai tiver qualquer chance de mostrar ao mundo o quão longe o país pode ir com um poderoso futebol, seu potente ataque deverá liderar o caminho na África do Sul.

O Paraguai, classificado como 30º do mundo pela FIFA, abre o Grupo F contra o atual campeão e quinto classificado, a Itália, em 14 de junho, seguido por partidas contra a Eslováquia (38º), em 20 de junho, e a Nova Zelândia (78º) em 24 de junho. O Paraguai não é estranho para a Copa do Mundo, porque é uma das cinco equipes do hemisfério ocidental a ter se classificado para cada um dos últimos quatro torneios mundiais, juntamente com Brasil, Argentina, México e Estados Unidos. Mas, ao contrário dessas equipes, o Paraguai nunca chegou às quartas de final.

“Talvez nós também estamos precisando ficar mentalmente mais fortes”, disse Santa Cruz ao site FIFA.com. “Todo mundo diz há anos que nós geralmente perdemos para os países com grandes nomes. Portanto, devemos ter força mental necessária para encontrar a nossa melhor forma, não importa o adversário. Esta é uma grande oportunidade para mostrar ao mundo o quanto melhoramos.”

Veja uma preview do Grupo F da Copa do Mundo, que inclui Paraguai, Itália, Nova Zelândia e Eslováquia.

O ataque da equipe é liderado pelos atacantes Santa Cruz (três gols), Nelson Haedo (cinco gols) e Salvador Cabañas (seis gols), que se recupera de um tiro quase fatal e está afastado por tempo indeterminado. A equipe marcou 24 gols em 18 jogos da CONMEBOL. Mas, se o ataque vacilar, como ocorreu na última Copa do Mundo, quando a La Albirroja marcou apenas dois gols em três jogos e foi eliminada no jogo do grupo, o zagueiro central Antolín Alcaraz disse ao técnico Gerardo Martino que não vai hesitar em fazer uma jogada.

“Ele escolhe os melhores jogadores, sem hesitar em deixar as estrelas no banco, quando não estão jogando tão bem”, disse Alcaraz ao site FIFA.com. “Ele também teve a inteligência de trazer novos jogadores para a seleção, o que nos dá mais opções no caso de lesão ou falta de forma entre os jogadores mais experientes. Isso é o aumento da concorrência pelas vagas.”

Isso poderia ser uma má notícia para Santa Cruz, que teve um raio de brilho, tolice e lesões ao longo de sua carreira. Santa Cruz aproveitou duas grandes temporadas quando adolescente no Olímpia do Paraguai, onde marcou 18 gols em 36 jogos, em um acordo com o poderoso alemão Bayern de Munique.

Em oito temporadas de lesões, o atacante nunca conseguiu terminar com mais de 10 gols em qualquer temporada e somou 38 em 188 jogos. Ele foi transferido para o Blackburn do Campeonato Inglês, em 2007, onde marcou 29 gols em 70 jogos antes de assinar um contrato de 18 milhões de libras (US$ 26,7 milhões) com o Manchester City da Inglaterra no verão passado.

Mas não seguiu com sucesso. Com seus 1,88 m de altura e 80 quilos, Santa Cruz marca corpo-a-corpo, se atirando contra os adversários forçando-os a deixar a bola. Seu estilo de jogo, no entanto, o levou a uma série de lesões preocupantes, que contribuíram para sua tímida marca de apenas três gols em 18 jogos.

Santa Cruz, no entanto, se transforma em um jogador diferente quando troca de camisa, da azul clara do Manchester City para o uniforme vermelho, branco e azul, usado pela seleção do Paraguai.

Ele já atuou em duas Copas do Mundo e é o segundo maior artilheiro de todos os tempos na história do seu país, com 21 gols em 67 aparições. José Saturnino Cardozo marcou 25 em 82 jogos, de 1991 a 2006.

Mas as realizações de Santa Cruz não vão significar muito se a La Albirroja deixar a África do Sul após três jogos.

“Nós simplesmente temos que começar bem”, disse Santa Cruz ao site FIFA.com. “Nosso primeiro jogo será contra a Itália, que provavelmente é o favorito para ganhar o grupo. Além disso, é importante que todos os jogadores estejam em forma, e é fundamental que eles tenham descansado bastante após uma longa temporada.”

Esta reportagem está fechada para comentários e avaliações.

5 de Comentários

  • fany | 2010-07-05

    te amooooooooooooooooooooooooooooooo santa cruzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

  • Karen.H | 2010-06-30

    Roque você é um gatinho, se pudesse te embrulharia em um chocolate para te comer inteirinho???????

  • karina | 2010-06-24

    Roque Santa Cruz é lindo, um gatinho, não pode ser, é a criação de Deus

  • karina | 2010-06-24

    Roque Santa Cruz você é meu e de mais ninguém!!!!!!! Você é meu quer namorar comigo????????? Eu me pergunto???????

  • fredy | 2010-05-11

    A única coisa que posso dizer é que o Paraguai nessa Copa vai fazer história. Acho que temos um time para ser campeão. Força Paraguai!!!!